Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11251
Tipo do documento: Artigo
Título: Acessibilidade aos serviços de saúde na atenção básica do estado de Goiás
Título(s) alternativo(s): Accessibility to primary health care services in the state of Goiás
Autor: Ribeiro, Juliana Pires
Mamed, Samira Nascimento
Souza, Marta Rovery
Souza, Márcia Maria de
Rosso, Claci Fátima Weirich
Resumo: Objetivou-se analisar a acessibilidade aos serviços de saúde na Atenção Básica no estado de Goiás. Estudo descritivo de corte transversal com base nos dados secundários proveniente do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica. A amostra do estudo foi constituída por profissionais de saúde das 1.216 UBS. Verificouse que, a sala de acolhimento está ausente em 68,5% das unidades de saúde, o que prejudica, consideravelmente, os profissionais na tomada de decisão imediata. A ausência de consultórios clínicos em 2% dos locais dificulta a acessibilidade aos serviços de saúde na Atenção Básica em Goiás. Com relação ao horário e turno de funcionamento, verificou-se que 86% das unidades atendem cinco dias na semana em turnos de oito horas, não favorecendo a acessibilidade do usuário. Com este estudo constata-se a deficiência da acessibilidade aos serviços de saúde e a necessidade de maiores investimentos no fortalecimento da Atenção Básica.
Abstract: The objective of this study was to evaluate accessibility to primary health care services in the state of Goiás. A descriptive cross-sectional study was conducted based on secondary data from the National Program to Improve Access to and Quality of Primary Health Care. The study sample was composed of health professionals from 1,216 primary health care units. Results showed that 68.5% of the health units miss a screening room, thus considerably damaging prompt decision-making by professionals. The lack of medical offices in 2% of the sites hinders the primary health care services accessibility in Goiás. As regards opening hours and work shifts, 86% of the units are open five days a week in eighthour shifts, which does not favor accessibility for users. This study confirms the lack of accessibility to health services and the need for additional investments to strengthen primary health care.
Palavras-chave: Acessibilidade aos serviços de saúde
Atenção primária à saúde
Avaliação em saúde
Enfermagem em saúde comunitária
Health services accessibility
Primary health care
Health evaluation
Community health nursing
País: brasil
Instituição: Marcelo Medeiros
Sigla da instituição: UFGF
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: RIBEIRO, Juliana Pires; MAMED, Samira Nascimento; SOUZA, Marta Rovery; SOUZA, Márcia Maria de; ROSSO, Claci Fátima Weirich. Acessibilidade aos serviços de saúde na atenção básica do estado de Goiás. Revista Eletrônica de Enfermagem, Goiânia, v. 17, n. 3, jul./set. 2015. Disponível em: < http://revistas.ufg.emnuvens.com.br/fen/article/view/29436/20739>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5216/ree.v17i3.29436
Identificador do documento: 10.5216/ree.v17i3.29436
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11251
Data de publicação: 30-Set-2015
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Márcia Maria de Souza - 2015.pdf183,19 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.