Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11354
Tipo do documento: TCC
Título: Panorama de reconfiguração dos passivos contingentes nas empresas brasileiras do setor de energia elétrica
Autor: Mesquita, Krislâne Maria Pereira
Primeiro orientador: Carmo, Carlos Henrique Silva do
Primeiro membro da banca: Carmo, Carlos Henrique Silva do
Pereira, Ednei Morais
Freire, Mac Daves de Morais
Resumo: O processo decisório acerca da probabilidade de perda dos Passivos Contingentes exige atenção, tendo em vista a alta representatividade dos mesmos no futuro das organizações, bem como pela existência de diferentes interpretações dos indivíduos envolvidos nesse processo decisório. O presente estudo buscou verificar qual o efeito da reconfiguração dos Passivos Contingentes no desempenho econômico-financeiro das empresas brasileiras do setor de energia elétrica nos anos de 2013 a 2015. Para isso, foi utilizada a abordagem elaborada por Rosa (2014), adaptada para os fins desta pesquisa, na qual os Passivos Contingentes foram reconfigurados para Provisão de acordo com 5 cenários: o Cenário Otimista, o Parcialmente Otimista, o Moderado, o Parcialmente Pessimista e o Pessimista. Após, foram analisados os efeitos da reconfiguração sobre a LG (Liquidez Geral), sobre o EG (Endividamento Geral) e sobre o ROA (Retourn on Assets) das entidades através do teste de Friedman, para verificar a existência de diferenças entre as médias dos indicadores nos cenários estudados. Verificou-se na análise das Notas Explicativas que a participação dos Passivos Contingentes em relação ao Passivo Total chegou a 25,4%, enquanto que as Provisões representaram apenas 6,5% desse total nos anos analisados. Os resultados da pesquisa revelam que há uma diferença significativa entre as médias dos indicadores do Cenário Original (antes da reclassificação) e as médias dos indicadores após a reclassificação dos Passivos Contingentes em todos os cenários analisados. Conclui-se que, caso os preparadores das demonstrações contábeis optassem por reconhecer seus Passivos Contingentes, de acordo com os cenários analisados, a LG poderia ser reduzida até 27,78%, o EG médio das empresas poderia aumentar até 25,64%, e o ROA médio das empresas poderia ser reduzido para até -13,12%, alterando assim, substancialmente o panorama financeiro e de desempenho das empresas do setor. Os achados desta pesquisa servem de alerta aos usuários das demonstrações contábeis ao fazer suas análises acerca do desempenho econômico-financeiro das empresas, devendo os mesmos levarem em consideração os impactos das diferentes interpretações dos indivíduos envolvidos nas decisões acerca das probabilidades de perda das Provisões e dos Passivos Contingentes. A reconfiguração dos Passivos Contingentes é uma maneira de considerar possíveis cenários e pode auxiliar os investidores em suas tomadas de decisão.
Palavras-chave: Passivo contingente
Provisão
Setor elétrico
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiàs
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas - FACE (RG)
Nome do curso: Ciências Contábeis (RG)
Citação: MESQUITA, Krislâne Maria Pereira. Panorama de reconfiguração dos passivos contingentes nas empresas brasileiras do setor de energia elétrica. 2016. 20 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11354
Data de publicação: 20-Jul-2016
Aparece nas coleções:FACE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Ciências Contábeis - Krislâne Maria Pereira Mesquita.pdf855,84 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons