Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11427
Tipo do documento: Artigo
Título: Trematôdeos digenéticos (echinostomatidae) do estado de Goiás – Brasil
Título(s) alternativo(s): Digenetic trematodes (echinostomatidae) in the state of Goiás, Brazil
Autor: Komma, Margarida Dobler
Resumo: Em 19 moluscos Biomphalaria stramínea (Dunker, 1848) de Goiânia, Brasil, com infecção experimental múltipla por Echinostoraa erraticum Lutz, 1924 (Mendeheim 1940) Komma, 1972, estudou-se, pela primeira vez, o esporocisto deste trematódeo e seu comportamento biológico, no decorrer de trinta dias, partindo de esporocistos com aproximadamente 10 dias de evolução. Os esporocistos localizam-se sobre a veia pulmonar junto ao coração do molusco (ventrículo). No 10° dia apresentaram massas germina ti vás bem delimitadas; no 12° dia, observou- se a l* rédia num esporocisto; no 14°, a primeira rédia livre na área pericárdica. Os esporocistos apresentaram simultaneamente no máximo três rédias formadas. A partir do 18° dia de infecção, foram observados alguns esporocistos esgotados e outros com sinais de involução, constituídos por alterações da forma, ausência de massas germinativas, acúmulo de granuiações escuras; aumentando progressivamente, até que no 40° dia só restavam esporocistos esgotados.
Abstract: (Morphological and bíological aspects of the sporocyst of Echinostoma erraticum Lutz, 1924 (Mendeheim, 1940) Komma, 1972.) 19 mollusks Biomphalaria stramínea (Dunker, 1848) from Goiânia, Brazil were infected experimentally with Echinostoma erraticum Lutz, 1924 (Mendeheim, 1940) Komma, 1972 For the first time the morphologícal, structural and biologícal characteristícs of sporocyst of this trematode were studied in the course of 30 day, starting with sporocysts with about 10 days evolution. The sporocysts develop on the pulmonary vein next to the heart of the mollusk (ventricle). On the lOth day they presented well delimitcd germinatíve masses; the first rédia within a sporocysts was observed on lhe 12th day; on the 14th day the first frcc redía was seen in the pericardiac arca. The sporocysts presented, at the utmost, three formed rédias simultaneously. 18 days after infection of the snails some exhausted sporocysts were found while other showed signs of involution, consisting of some changes in shape, absence of germinative masses, accumiilation of progressively dark granules, increasing progressiva. On the 40th day only exhausted sporocysts were left.
País: Brasil
Instituição: Ruy de Souza Lino Junior
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: KOMMA, Margarida Dobler. Trematôdeos digenéticos (echinostomatidae) do estado de Goiás – Brasil. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 3, n. 1, p. 57- 63, jan./mar. 1974. Disponível em: < https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/22624/13478>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11427
Data de publicação: Mar-1974
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Margarida Dobler Komma - 1974.pdf1,46 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons