Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11499
Tipo do documento: Artigo
Título: Uso comparativo de amastigotas de t. cruzi et. hastatus cultivados a 35°c em meios sem células na RIFI para doenças de chagas
Título(s) alternativo(s): Use of forme amastigote of t. cruzi, from cultures médium free of cells at 37° C, for IFR in chagas' disease
Autor: Oliveira, Osvaldira Seabra de
Barbosa, William
Czerewuta, Ana Cândido
Mendonça, Joana Rosa de
Resumo: Amastigotas oblidos de cultura de 5 dias em meio RPMI complementado com 30%de soro de galinha a 35° C e lipimastigotas crescidos por 5 dias em meio LIT a 26° C de Trypanosoma cnizi e de Trypanosoma "cruzi-like" deP. hastatus hastatus (denominado provisoriamente como T. hastatus) foram empregados na reaçao clássica de imunofluorescência índireta (RIFI) de 36 soros de pacientes clinicamente chagásicos, sorologicamente reatores e dois deles, parasito logicamente, comprovados e de 10 soros de pacientes não reatores e clinicamente sadios. Os resultados foram analisados tanto em relação ao antígeno empregado quanto à sua forma. Verificou-se haver, praticamente, resultados iguais quanto à reciprocidade dos títulos das reaçôes , sensibilidade e especificidade com ambos os antígenos e formas. Todavia a natureza da fluorescência era muito mais nítida com o antígeno da forma epimastigota, enquanto que a forma amastigota era menos intensa e não havia gradação em relação aos títulos, tornando-se negativa quase bruscamente.
Abstract: Amastigotes obtained form 5 days of culture em RPMl complemented with 30% of chicken serum at 26° C and Epímastigotes grown for 5 days in LIT culture at 26° C of Trypanosoma cruzi and Trypanosoma "cruzi-like" of Phyllostomus hastatus hastatus (temporany denominalcd T. hastatus) were used on the classic reaction of indirect imunofluorescency (R1F1) 36 serum of patients clinicaly chagasics, serum reactors and two of them, parasitologicaly confirmed and 10 serum of non reactor patientes and clinicaly healthy. The results were analised as much ín relation to the antigenes used as to it*s shape. It was verified that pratically, equal results according to the reciprocity of the reactions titles, sensibilites, and specificity of both antigenes and shape. Although, the nature of the imunefluorescency was much more clear with the antigene of the epimastigote form while the amastigote form was less Intense and there was no graduation between the titles and it became negative almost brusque.
País: Brasil
Instituição: ruy
Sigla da instituição: Cegraf
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: OLIVEIRA, Osvaldira Seabra de; BARBOSA,William; CZEREWUTA, Ana Cândido; MENDONÇA, Joana Rosa de. Uso comparativo de amastigotas de t. cruzi et. hastatus cultivados a 35°c em meios sem células na RIFI para doenças de chagas. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 13, n.3, p. 461-466, set./dez. 1984. Disponível em: < https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/21262/12477>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11499
Data de publicação: Dez-1984
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Osvaldira Seabra de Oliveira - 1984.pdf1,21 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons