Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11521
Tipo do documento: Artigo
Título: Etiopatogenia e história natural da doença de chagas humana
Título(s) alternativo(s): Ethiopathogeny and natural history of human chagas disease
Autor: Dias, João Carlos Pinto
Resumo: Predominam na doença de Chagas aguda os elementos fisiopatogcnéticos ligados ao parasito, determinando um quadro específico e fugaz. Não obstante podem ter consequências a iongo prazo relacionadas especialmente à desnervação autonômica e ao processo inflamatório agudo. Na fase crónica entram em jogo mecanismos de auto-agressao, de inflamação crónica e de fibrose, que resultam em diferentes níveis de desfunção nos órgãos acometidos. O processo é dinâmico e, nas áreas endémicas, soe apresentar diferentes graus de gravidade conforme a idade, o sexo e outros fatores ligados ao hospedeiro, e mesmo à cepa de T. cruzi envolvida. A evolução da infecção é proteiforme, geralmente observando-se um quadro assintomático ou oligo-síntomãtico na fase crónica, que pode perdurar por muitos anos (evolução benigna) ou indefinidamente. Por outro lado, evoluções malignas se observam tanto na fase aguda quanto na crónica, caracterizando indivíduos de alto risco. Em todos os casos impõe-sc uma visão clara e objetiva dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos disponíveis, para viabilizar uma atenção mcdico-previdenciáha adequada ao chagásico. Em paralelo, recomenda-se a implementação de a coes integradas de controle da transmissão, o que pode resultar em significativos benefícios no que tange à morbi-mortalidade da doença.
Abstract: Acute HCD is characterized by high parasitemia, low leveis of circulating spespecific antibodies and important acute inflamatory process in the heart and other organs. This phase hás a short duration and is much more severe among young children, chiefly under two years age. Acute inflamation and severe dennervation in this phase can result in important consequences in the chronic stage, which is characterized by low parasitemia, high rates of circulating antibodies, chronic inflamation, fibrosís and immune autoagresson mechanisms. The clinicai picture and the severity of the disease can vary in different geographic regions, possibly because of different factors such as the parasite strain, the inoculum, severity of the acute phase, the host general conditions (inctuding sex, age, nutrition, labour, intercurrences), etc. The clinicai evolution is proteiform but generally the chronic patients remain several years or forever with an assymptomatic (or olygosimptomatic) clinicai pattern. Chronic Chagas' heart disease can appear in 10 to 30% of the cases with important consequences to the patients lit"e and work capacity. The medicai care system of the endemic áreas need to have a very clear and operative knowledge about the diagnostic and therapeutic procedures on HCD. On the other hand, the available prophytatic measures must be emphasized in order not only to reach the transmission control but also to obtain possible benefits on the morbidity and mortality pattern of the disease in the region, at long or médium term
País: Brasil
Instituição: Ruy de Souza Lino Junior
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: DIAS, João Carlos Pinto. Etiopatogenia e história natural da doença de chagas humana. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 14, n.1, p. 17-29, jan./jun. 1985. Disponível em: < https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/21258/12473>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11521
Data de publicação: Jun-1985
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo- João Carlos Pinto Dias - 1985.pdf3,16 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons