Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11602
Tipo do documento: Artigo
Título: Spatial autocorrelation of mammalian richness and abundance along the cerrado-pantanal corridor, central Brazil
Título(s) alternativo(s): Autocorrelação espacial da riqueza e da abundância de mamíferos ao longo do corredor cerrado-pantanal, Brasil central
Autor: Diniz Filho, José Alexandre Felizola
Silveira, Leandro
Jiácomo, Anah Tereza de Almeida
Bini, Luis Mauricio
Ramos Neto, Mario Barroso
Tôrres, Natália Mundim
Resumo: Neste trabalho, avaliamos o padrão espacial da mastofauna através de 75.000 horas de esforço amostral obtidas por armadilhas fotográficas instaladas em 33 fragmentos em uma região de transição entre o Cerrado e o Pantanal, ao longo de um eixo Leste-Oeste, entre duas áreas relativamente grandes e bem preservadas. Esta região tem sido proposta como um corredor ecológico, conectando estes dois grandes ecossistemas. A riqueza de espécies obtida (total de 33 espécies) foi explicada pela área e pelo número de hábitats em cada fragmento. A abundância de espécies de pequeno porte tende a apresentar padrões espaciais significativos, enquanto a variação na abundância de espécies de grande porte é aleatoriamente distribuída no espaço geográfico. Não foi identificada uma transição faunística (mudança na composição de espécies) entre os dois ecossistemas.
Abstract: In this paper, we evaluated spatial patterns in mammalian fauna obtained using 75,000 camera-trap hours in 33 fragments at the Cerrado-Pantanal border, along an east-west axis and flanked by two relatively large preserved areas. This region has been proposed as an ecological corridor, connecting these two large ecosystems. The richness of species obtained (total = 33) was explained by the area and the number of habitats in each fragment. The abundance of small-bodied species tends to have significant spatial patterns, whereas variation in the abundance of large-bodied species is randomly distributed in the geographical space. No faunal transition (changes in species compositions) between the two ecosystems was identified.
Palavras-chave: Camera trap
Cerrado
Ecological corridor
Pantanal
Mammals
Armadilha fotográfica
Corredor ecológico
Mamíferos
País: Brasil
Instituição: Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: DINIZ FILHO, José Alexandre Felizola; SILVEIRA, Leandro; JÁCOMO, Anah T. A.; BINI, Luis Mauricio; RAMOS NETO, Mario B.; TÔRRES, Natália Mundim. Spatial autocorrelation of mammalian richness and abundance along the cerrado-pantanal corridor, central Brazil. Neotropical Biology and Conservation, São Leopoldo, v. 3, n. 3, p. 103-111, Dec. 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.4013/nbc.20083.01
Identificador do documento: 10.4013/nbc.20083.01
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11602
Data de publicação: Dez-2008
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - José Alexandre Felizola Diniz Filho - 2008.pdf741,54 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons