Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11627
Tipo do documento: Artigo
Título: Acompanhamento clínico-Sorológico de profissionais de saúde expostos a materiais biológicos de pacientes portadores de vírus de imunodeficiência humana (Hiv)
Título(s) alternativo(s): Clinicai and serological foi Io w up of health care workers with occupational exposures to biológical specimens of AIDS patients
Autor: Pereira, Ledice Inácia de Araújo
Souza, Marta Antunes de
Souza, Luiz Carlos Silva
Silva, Anita Bernardes da
Gomes, Ivete Vieira
Pinto, Raimundo Nonato Leite
Resumo: O Hospilal de Doenças Tropicais vem fazendo acompanhamento de seus profissionais de saúde com exposição ocupacional a materiais biológicos de pacientes HIV positivos desde 1986. quando. ocorreram as primeiras internações. No período de julho de 1986 a outubro de 1992 ocorreram 579 internações por AIDS. Foram notificadas 37 exposições ocupacíonaís, destas 22 com materiais biológicos de pacientes HIV posilivos. A mais frequente foi do lipo perfuração (12 vezes) causada por agulhas e "scalps" em 17 casos. As regiões do corpo mais atingidas foram os dedos das mãos. Técnicos e auxiliares de enfermagem consiiiuíram o grupo com maior número de exposições. Os procedimentos mais frequentemente envolvidos foram: punção venosa, manuseio do cateter venoso e descarie de agulhas. Foi realizado tesie imunoenzimático (ELISA) para delecção de anticorpos anti-HIV em Iodos os profissionais na época do acidente, com resultado negativo. Foi então proposto acompanhamento sorológico após 3 a 6 meses do acidente. No momento, há 13 profissionais com acompanhamenlo igual ou maior que 6 meses (3 só fizeram o l" exame e os demais ainda estão em fase de observação). Não foi registrada soroconversão e nenhum dos profissionais desenvolveu sintomas clínicos de infecção aguda pelo HIV.
Abstract: Since 1986, when the first AIDS patient was admitted, the Hospital of Tropical Diseases hás been following up heallh care workers for occupational exposure (o AIDS. From July,1986 to October,1992 fíve hundred seventy-nine AIDS patients wcre admitted and 37 occupational exposures were notified; 22 of them due to biologk-al specimens of AIDS patients. Percutaneous exposures were more (12 times) and tln-y resulted from needle - sticks in 17 cases. The fingers were more frequently exposcd. Health care workers with these exposures included especially nurses (tecbnicians and auxiliaries). They were tested for HIV antibodies on exposure and 3 and 6 monlhs after. At this time 13 health care workers have been tested at least 180 days aftcr exposure, 3 have had only the first test and the others haven't completed the follow up yet. Seroconversions have not been identified. And none of the health care workers have shown clinicai symptons consistent with acute HIV infection.
Palavras-chave: Infecção hospitalar
Exposição ocupacional
Hospitalar infection
Occupational exposures
País: Brasil
Instituição: Ruy de Souza Lino Junior
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: PEREIRA, Ledice Inácia de Araújo; SOUZA, Marta Antunes de; SOUZA, Luiz Carlos Silva; SILVA, Anita Bernardes da; GOMES, Ivete Vieira; PINTO, Raimundo Nonato Leite. Acompanhamento clínico-Sorológico de profissionais de saúde expostos a materiais biológicos de pacientes portadores de vírus de imunodeficiência humana (HIV). Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 23, n.1, p. 25-37, jan./jun. 1994. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/20031/11603>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11627
Data de publicação: Jan-1994
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ledice Inácia de Araújo Pereira - 1994.pdf2,37 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons