Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11632
Tipo do documento: Artigo
Título: Spatial autocorrelation, model selection and hypothesis testing in geographical ecology: implications for testing metabolic theory in New World amphibians
Autor: Cassemiro, Fernanda Aparecida da Silva
Diniz Filho, José Alexandre Felizola
Rangel, Thiago Fernando Lopes do Valle de Britto
Bini, Luis Mauricio
Resumo: Neste artigo, enfatiza-se que evitar os testes de significância baseados na seleção de modelos alternativos não significa que a autocorrelação espacial não ocorra, pois o critério de informação de Akaike (AIC) é sensível à presença de autocorrelação espacial. A discussão é exemplificada pela análise de padrões de riqueza de espécies de anfíbios americanos, no contexto da teoria metabólica, de forma a entender como a presença da autocorrelação afeta a análise dos dados com base em uma abordagem alternativa de teste de hipótese e seleção de modelos. Em geral, a temperatura foi uma importante preditora da riqueza de espécies em ambas as abordagens, embora predições específicas da teoria metabólica não foram completamente alcançadas quando consideramos a autocorrelação espacial.
Abstract: In this paper, we stressed that avoiding significance tests under an alternative model selection framework does not mean that spatial autocorrelation no longer matters, since Akaike information criterion (AIC) is sensitive to the presence of spatial autocorrelation. We exemplify our discussion by analysing species richness patterns of American amphibians, in the context of metabolic theory, to understand how the presence of spatial autocorrelation in data affects data analysis under alternative frameworks of hypothesis testing and model selection. In general, temperature was found to be an important predictor of species richness in both frameworks, although particular predictions of metabolic theory were not fully satisfied when taking spatial autocorrelation into account.
Palavras-chave: Hypothesis testing
Spatial autocorrelation
Model selection
Akaike information criterion
Macroecology
Richness gradients
Metabolic theory
Teste de hipóteses
Autocorrelação espacial
Seleção de modelos
Critério de infomação de Akaike
Macroecologia
Gradiente de riqueza
Teoria metabólica
País: Brasil
Instituição: Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: CASSEMIRO, Fernanda A. S.; DINIZ FILHO, José Alexandre Felizola; RANGEL, Thiago Fernando L. V. B.; BINI, Luis Mauricio. Spatial autocorrelation, model selection and hypothesis testing in geographical ecology: implications for testing metabolic theory in New World amphibians. Neotropical Biology and Conservation, São Leopoldo, v. 2, n. 3, p. 119-126, Sept./Dec. 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11632
Data de publicação: Dez-2007
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - José Alexandre Felizola Diniz Filho - 2007.pdf394,16 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons