Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11637
Tipo do documento: Artigo
Título: Macroecologia de icterinae (aves: passeriformes): efeito rapoport e modelos nulos de distribuição geográfica
Título(s) alternativo(s): Macroecology of Icterinae (aves: passeriformes): rapoport’s effect and null models of geographic ranges
Autor: Valgas, Artur Borba
Diniz Filho, José Alexandre Felizola
Sant'Ana, Carlos Eduardo Ramos de
Resumo: Macroecological patterns of 50 species of Icterinae (Aves: Passeriformes) from South America were analyzed, focused on the spatial patterns in range size (the Rapoport effect) and their underlying ecological processes, including aspects of the geometry of the continent and environmental heterogeneity. A trend surface analysis showed that 58% of the variation in geographic range size can be explained by geographical position along the continent, with larger areas situated in the central portion of the continent, decreasing toward its southern extreme. Although this pattern is the inverse of the expected Rapoport effect, analysis showed that the decrease is less than expected by continental geometry alone, in such a way that the mechanisms involved in Rapoport effect (e.g., variations in tolerance to temperature) can still explain this pattern. This was also confirmed by the analyses of the potential distribution of the species based on two different models (circular and habitat expansions), which showed that equitability of habitat distribution is greater in southern areas, probably indicating greater ecological tolerance. Therefore, both geometric constraints of continent shape and ecological mechanisms explain variations in range size across the continent, but only a complex statistical analysis using specific models can partition these effects and help to explain variation in geographic range size.
Abstract: Foram analisados os padrões espaciais na área de distribuição geográfica (efeito Rapoport), bem como os processos ecológicos envolvidos nesse padrão, ligados à forma do continente e à variação espacial na heterogeneidade ambiental. Uma análise de superfície de tendência quadrática mostrou que cerca de 58% da variação na área de distribuição geográfica das espécies pode ser explicada pela sua posição ao longo do continente, com áreas maiores ocorrendo na região mais central do continente, diminuindo principalmente em direção ao extremo sul. Embora esse padrão seja o inverso do esperado pelo efeito Rapoport, um modelo nulo que leva em consideração a geometria do continente demonstrou que a redução na extensão latitudinal é menor do que a esperada pelo acaso. Isso confirma que os mecanismos originalmente propostos para explicar o efeito Rapoport, relacionados a variações na tolerância térmica, podem ser mantidos. Essa hipótese é confirmada pelos modelos de distribuições geográfica potenciais, assumindo dois modelos (circular e ocupação de habitats). Essas análises mostraram que a equidade da distribuição de habitats foi maior nas espécies situadas no extremo sul da América do Sul, o que pode estar associado à sua maior tolerância ecológica. Assim, tanto mecanismos ecológicos quanto à forma do continente influenciam de forma significativa nas áreas de distribuição geográfica das espécies, embora apenas análises mais detalhadas envolvendo a construção de modelos nulos sejam capazes de desdobrar desses efeitos e, assim, permitir inferências sobre os mecanismos ecológicos associados a esse padrão geográfico.
Palavras-chave: Geometric constraints
Icterinae
Macroecology
Null models
Rapoport effect
Efeito Rapoport
Macroecologia
Modelos nulos
Restrições geométricas
País: Brasil
Instituição: Sociedade Brasileira de Ornitologia
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: VALGAS, Artur; DINIZ FILHO, José Alexandre Felizola; SANTANA, Carlos Eduardo Ramos de. Macroecologia de icterinae (aves: passeriformes): efeito rapoport e modelos nulos de distribuição geográfica. Ararajuba: revista brasileira de ornitologia, Rio de Janeiro, v. 11, n.1, p. 57-64, jun. 2003.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11637
Data de publicação: Jun-2003
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Artur Borba Valgas - 2003.pdf315,78 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons