Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11651
Tipo do documento: Artigo
Título: Paracoccidioidomicose experimental em camundongos bons e maus produtores de anticorpos da seleção III. III - Evolução da doença e correlação com a resposta imunehumoral e padrão de lesões tissulares nos híbridos f1, segregantes f2 e retrocruzamentos
Título(s) alternativo(s): Experimental paracocidioidomycosis in mice - good and bad producers of antibodies of selection III. III - Evolution ofthe disease and correlation with the immunohumoral response and the tissue pattern
Autor: Carvalhães, Mara Sílvia
Resumo: Camundongos bons (H/í) e maus (L/f) produtores de anticorpos da seleção III, bem como os híbridos Fl, segregantes F2 e animais resultantes dos retrocruzamentos, foram infectados intraperitonealmente com 10 formas L viáveis de Paracoccidioides brasiliensis da cepa 18. A mortalidade cumulativa dos animais, acompanhados até os 150 dias de infecção, demonstrou que ;i resistência á paracoccidioidomicose, neste modelo, está associada a um ou poucos genes autossòmicos dominantes. A avaliação dos títulos de anticorpos e histopatológicos de cortes de pulmões, indicou que ambos os caracteres estão sobre controle poligênico, e que não existe correlação entre a produção de anticorpos e formação de granulomas, neste modelo esperimental.
Abstract: High (H/f) and low (L/f) antibody producer mice of selection III, Fl hybrids, interline F2 hybrids and back crosses were infected intraperitoneally with 10 viable L forms of Paracoccidioides brasiliensis, strain 18. The mortality ratio 150 days after infection demonstrated that the resistance to paracoccidioidomycosis, in this model, was controled by one or few autossomal dominant genes. Results of antibody titers and hystopathological analysis of lungs cuts denoted that both caracteres are under polygenic control and that it hás no correlation between antibody production and granuloma development, in this experimental model.
Palavras-chave: Paracoccidioidomicose
Anticorpos
Controle poligênico
Granuloma
Imunogenética
paracoccidioidomycosis
Antibody
Control polygenic
Immunogenetic
País: Brasil
Instituição: Ruy de Souza Lino Junior
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: CARVALHÃES, Mara Sílvia. Paracoccidioidomicose experimental em camundongos bons e maus produtores de anticorpos da seleção III. III - Evolução da doença e correlação com a resposta imune- humoral e padrão de lesões tissulares nos híbridos f1, segregantes f2 e retrocruzamentos. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 24, n. 1, p. 21-29, jan./jun. 1995. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/19877/11462>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11651
Data de publicação: Mar-1995
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Mara Sílvia Carvalhaes - 1995.pdf1,75 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons