Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11668
Tipo do documento: Artigo
Título: Avaliação da eficácia do albendazol sobre a larva migrans visceral murina experimental por Toxocara canis
Título(s) alternativo(s): Evaluation of the efficacy of albendazol over the experimental murine larva migrans
Autor: Vieira, Miguel Alípio
Alvarenga, Fernanda Rassi
Santos, Eberson Coimbra Pires Moreira dos
Oliveira, Jayrson Araújo de
Resumo: Para realização deste trabalho foram utilizados 45 camundongos da linhagem C57BI/6, divididos em 2 grupos, sendo o do Grupo I com 30 animais e do Grupo II com 15 animais. Cada animal foi inoculado com IO3 ovos infectantes de Toxocara canis, via ora!, através de uma sonda introduzida diretamente no esõfago. Os ovos utilizados como inoculo foram obtidos por dissecação de exemplares fêmeas do parasito e mantidos em solução formaldeído a 1%, por um período de 40 dias, até a obtenção do estágio infectante. Os animais do Grupo I foram submetidos a tratamento com Albendazol após o 7° dia de infecção, na dosagem de 400mg/kg/dia, por via oral, durante 30 dias. Os camundongos do Grupo II (grupo controle) não foram tratados com a droga. No 5fl dia após o término do tratamento, todos os animais foram necropsiados sendo examinados cérebro e olhos através da técnica de compressão entre lâminas, ao microscópio óptico. Foi observado nível de eficácia de 76,36%. Concluímos que o esquema terapêutico utilizado neste experimento foi ineficaz no tratamento da Toxocaríase experimental
Abstract: Forty-five mice of the C57B1/6 strain were divided in 2 groups, group I with 30 animais and group II with 15 animais. Each animal was inoculated with 10 infecting eggs of Toxocara canis, per os, by means of a probe inserted directly into the esophagus. The eggs used for the inoculum were obtained by dissection of female specimens of the parasite, and kept in formaldehide 1%, during 40 days, until the infecting stage was obtained. The animais of group I were treated with Albendazol after the 7th day of infection, at the dose of 400mg/Kg/day, per os, during 30 days. The mice in group II (control group) were not treated with the drug. On the 5th day after the end of the treatment, ali animais were sacrificed, and the eyes and brain were examined in the optical microscope, using the slide - compression technique. An efficacy levei of 76,36% was observed. We conclude that the scheduled treatment followed in this experiment was inefficient on the treatment of Toxocara canis.
Palavras-chave: Larva migrans visceral
Toxocara canis
Aibendazol
Visceral larva migrans
País: Brasil
Instituição: Ruy de Souza Lino Junior
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: VIEIRA, Miguel Alípio; ALVARENGA, Fernanda Rassi; SANTOS, Eberson Coimbra Pires Moreira dos; OLIVEIRA, Jayrson Araújo de. Avaliação da eficácia do albendazol sobre a larva migrans visceral murina experimental por Toxocara canis. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 25, n. 1, p. 23-29, jan./jun. 1996. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/18474/10953>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11668
Data de publicação: Nov-1996
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Miguel Alipio Vieira - 1996.pdf1,79 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons