Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11703
Tipo do documento: Artigo
Trabalho publicado em evento
Título: AIDS pediátrica: avanços na prevenção e diagnóstico
Título(s) alternativo(s): Pediatric AIDS: advances in the prevcntion and diagnosis
Autor: Stefani, M ariana Martins de Araújo
Alvares Jr., João Teixeira
Pereira, Gisner Alvesde Souza
Bevilacqua Vieira, Regina Beatriz
Resumo: A AIDS pediátrica é uma das doenças mais desafiadoras dos últimos tempos, envolvendo aspectos médicos, familiares, sociais e económicos. A transmissão vertical mãe-filho é responsável pela maioria dos casos de HIV-1 cm crianças em todo o mundo, com tendência crescente em decorrência do aumento da transmissão heterossexual e de mulheres em idade reprodutiva infectadas pelo HIV-1. O diagnóstico precoce da infecção perinatal pelo HIV-1 é crucial para introdução de terapia anti-retroviral e de regimes profiláticos para infecções oportunistas. O diagnóstico da infecção pelo HIV-1 em crianças é baseado em parâmetros clínicos, imunológicos e virais. Sintomas clínicos relacionados a AIDS estabelecem o diagnóstico, qualquer que seja a idade da criança. Na ausência de sintomas, o diagnóstico de infecção pelo HIV-1 pode ser obtido por testes sorológicos convencionais seriados, que são inicialmente positivos em praticamente todas as crianças expostas ao HIV-1 durante a gestação, devido à transferência transpliicentária da IgG materna para o feto. O diagnóstico sorológico definitivo só pode ser obtido após negativaçáo dos anticorpos maternos, sendo que a persistência de sorologia positiva após IS meses de idade indica produção de anticorpos pela criança infectada pelo HIV-1. Ensaios baseados na detecção de IgE e IgA específicos para HIV-1 têm sido propostos e poderão representar um avanço, pois estas classes de anticorpos não são transferidas pela placenta; entretanto o valor real destes testes não foi ainda demonstrado. A presença do HIV-1 pode ser demonstrada direta ou indiretamente por cultura virai, amplificação do material genético do HIV-1 ou por antigenemia p24. A cultura para detecção de HIV-1 é um procedimento laborioso, caro, exige condições máximas de biossegurança e o resultado pode requerer até quatro semanas de cultivo. A pesquisa do antígeno virai p24 é menos sensível do que a cultura, mesmo após dissociação dos imunecomplexos, não devendo ser usada isoladamente para fins de diagnóstico. A amplificação exponencial do material genético do HIV- 1 pela Rcação em Cadeia de Polimerase (PCR) de forma sensível, específica e rápida representa o leste laboratorial mais atraente c promissor tanto para exclusão de infecção como para confirmação de infecção pelo HIV-1, a partir de 2 resultados positivos em amostras biológicas diferentes.
Abstract: Pediatric AIDS is one of the most challenging diseases, involving medicai, lamily, social and economic aspects. Heterosexual transmission represents an increasing route of HIV-1 dissemination leading to increased numbers of infcctcd women of child-bearing age and perinatally HIV-1 infected children. Matcrnal's clinicai, immunologic and virological status, obstetrical factors, breastfeeding and mother-to-child HLA-1 concordance have been shown to bc associated with perinatal HIV-1 transmission. Oncc infected by HIV-1, children may evolve rapidly to AIDS usually during the first year of Hfe, differently from adults, who may remain symptom-free for several years. Early identification of HIV-1 infection in infant is fundamental for the prompt introduction of antiretroviral therapy and prophylactic regimens for opportunistic infections. Serial serological tests, virai culture, p24 detection and HIV-1 genomic amplification have been employed for the diagnosis of perinatal HIV-1 infection. In order to minimize potencial interfercnces of maternal IgG antibodies which can persist for up to 24 months, detection of virus spccific IgE and IgA antibodies are currently under study, buí their cxact value hás riot bccn dcfincd. HIV-1 culturc is labonous, expensive, timeconsuming and requires maximun biosafety leveis. The detection of p24 antigen is less sensitive than HIV-1 culture, even after imunecomplcx dissociation, therefore HIV-1 diagnosis should not be based on p24 antigen detection alone. The Polimerase Chain Reaction (PCR) hás been demonstrated to be a specific, sensitive and reliable technique for the identification of HIV-1, promoting rapid virai genome amplification and detection. The assessment of specificity and sensitivity of HIV-1 PCR for pediatric infections hás been hampered by the absence of a "gold standard" technique. Paradoxically, it is the absence of such a "gold standard" that makes PCR the most promising and atíractive technique for early definitive diagnosis of perinatally HIV-1 infected infants.
Palavras-chave: HIV
Diagnóstico sorológico e molecular do HIV-1. AIDS pediátrica. Transmissão vertical. PCR
AIDS pediátrica
Transmissão vertical
PCR
Serological and molecular diagnosis of H1V-1 infection
Pediatric AIDS
Vertical transmission
País: Brasil
Instituição: Ruy de Souza Lino Junior
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: STEFANI, Mariana Martins de Araújo; ALVARES JR., João Teixeira; PEREIRA, Gisner Alves de Souza; VIEIRA, Regina Beatriz Bevilacqua. Aids pediátrica: avanços na prevenção e diagnóstico. Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 28, n. 1, p. 26-40, jan./jun. 1999. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/17131/10325>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11703
Data de publicação: Jun-1999
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Mariane Martins de Araújo Stefani, - 1999.pdf4,21 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons