Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11747
Tipo do documento: Artigo
Título: Gato doméstico (felis catus domesticus) como possível reservatório de lagochilascaris minor Leiper (1909)
Título(s) alternativo(s): Domestic cat (felis catus domesticus) as a possible reservoir of lagochilascaris minor Leiper, 1909
Autor: Barbosa, Carlos Augusto Lopes
Barbosa, Alverne Passos
Campos, Dulcinéa Maria Barbosa
Resumo: A lagoquilascaríase é uma zoonose e acredita-se que felídeos silvestres sejam hospedeiros definitivos de Lagochilascaris minor. Além do homem, há relatos de infecção natural por L. minor em cães e gatos domésticos. Com o objetivo de avaliar o comportamento de Felis catus domesticus como possível reservatório de L. minor, 20 gatos foram inoculados individualmente com 50 larvas de terceiro estádio de L. minor, obtidas de camundongos experimentalmente infectados. A avaliação da infecção foi feita durante 180 dias, por meio de exames clínicos e coproscópicos, tendo sido finalizada com a necropsia dos animais. Os resultados demonstraram 100% de infectividade. Entre os animais pesquisados, 15 apresentaram exame parasitológico de fezes positivo a partir do 15º dia após a infecção e mantiveram-se eliminando ovos do parasito até o final do experimento. Os outros animais (5) apresentaram exames coproscópicos negativos e a infecção foi diagnosticada pela presença de lesões contendo o parasito. Considera-se, portanto, a possibilidade de o gato doméstico atuar como reservatório de L. minor na natureza e merece destaque a semelhança do padrão de infecção no gato doméstico e no homem.
Abstract: Lagochilascariasis is a zoonosis and it is believed that wild felids are the definitive hosts of Lagochilascaris minor. Besides the man there are reports of natural infection by L. minor in domestic dogs and cats. Aiming to evaluate the behavior of the Felis catus domesticus as a possible reservoir of L. minor, 20 cats were individually inoculated with 50 larvae, in the 3rd stage, of L. minor obtained from experimentally infected mice. The evaluation of the infection was made during 180 days, by clinical exams and coproscopic examination and, finally, the necropsy of the animals. One hundred percent infectivity was observed. Fifteen animals presented, from the 15th day after infection, a positive parasitological exam of feces and maintained elimination of the eggs of the parasite until the end of the experiment. The other animals presented negative copoproscopic examinations and the infection was diagnosed by the presence of lesions containing the parasite. This work indicates the possibility of the domestic cat as a reservoir of L. minor and emphasizes the similarity of the pattern of infection between the domestic cat and man.
Palavras-chave: Lagochilascaris minor
Gato doméstico
Reservatório
Lagoquilascaríase
Domestic cat
Reservoir
Lagochilascariasis
País: Brasil
Instituição: Ruy de Souza Lino Junior
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: BARBOSA, Carlos Augusto Lopes; BARBOSA, Alverne Passos; CAMPOS, Dulcinéa Maria Barbosa. Gato doméstico (felis catus domesticus) como possível reservatório de lagochilascaris minor Leiper (1909). Revista de Patologia Tropical, Goiânia, v. 34, n. 3, p. 205-211, set./dez. 2005. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/iptsp/article/view/1927/1861>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11747
Data de publicação: Nov-2005
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo- Carlos Augusto Lopes Barbos - 2005.pdf272,46 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons