Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11850
Tipo do documento: Artigo
Título: Aspectos epidemiológicos da queima das folhas da cenoura ( daucus carota l.) causada por alternaria dauci (Kühn) Groves & Skolko. (parte I): sobrevivência de Alternaria dauoi (Kühn) Groves & Skolko em restos culturais da cenoura (daucus carota l.)sobrevivência de Alternaria dauoi (Kühn) Groves & Skolko em restos culturais da cenoura (daucus carota l.)
Autor: Carvalho, Yvo de
Chaves, Geraldo Martins
Resumo: Estudou-se a sobrevivência das formas conidial e miceliana de Alternaria dauci, respectivamente, sobre folhas necrosadas e pecíolos de cenoura, sob diferentes condições mesológicas. Os esporos do fungo sobre conidióforos em folhas necrosadas de cenoura foram mantidos por 120 dias sob condições controladas de temperatura e úmida de relativa.Os ni veis de umidade relativa estudados foram 3, 18, 51,73 e 100%, combinados com temperaturas de 8, 16, 24 e 329C. A germinabilidade e infectividade dos esporos foram determinadas a inter valos de 20 dias, e os resultados obtidos, submetidos à análise de regressão, permitem concluir gue o fator de maior significação na preservação da viabilidade dos esporos é a umidade relativa, seguindo-se a temperatura e o tempo. Foi determina da a equação algébrica que permite calcular a germinabilidade de esporos em função do tempo de permanência, umidade relativa e temperatura da biosfera em que foram mantidos. Verifico􀀷 se que as combinações de altas temperaturas com níveis elevados de umidade relativa no ambiente são críticos para a preservação da viabilidade dos esporos do fungo. A sobrevivência do micélio de Alternaria da􀀄ci infetando pecíolos de cenoura foi estudada na superfície e eQ terradas a 10 e 20 cm de profundidade em solo com 3 diferentes níveis de umidade. Utilizou-se um solo orgânico, com textura pesada, não esterilizado. O experimento teve a duração média de 120 dias, e os dados foram tomados a cada 20 dias,􀁆 diante o plantio dos fragmentos de pecíolo em meio de batata dextrose-agar, suplementado com sintomicetina. Os resultados obtidos foram submetidos a análise de regressão, e evidenciaram que o fator que mais afetou a viabilidade do micélio do fungo foi a umidade do solo, seguindo-se a profundidade e o tempo de permanência. Foi determinada a equação algébrica que permite estimar a sobrevivência de Alternaria dauei em função do tempo de permanência, profundidade e umidade do solo. Estudou-se também o efeito isolado da umidade relativa, a 249 C, obre a viabilidade do micélio do fungo infetando o pecíolo da cenoura. As câmaras de controle de umidade foram preparadas usando-se dessecadores de vidro, herrnêticarnente fechados, contendo água destilada ou as soluções saturadas de sais. Concluiu-se que o ambiente saturado de umidade provoca rápida perda da viabilidade do micélio do fungo. Em síntese, pode-se concluir que, tanto a for ma conidial quanto a miceliana de Alternaria dauci, mantidas sob condições de umidade elevada, perderam rapidamente a viabilidade.
Abstract: The spore viability of Alte1•naria dauai {Kuhn} Graves & Skolko in carrot (Daucus carota L.) debris wich w􀀋 re kept at different levels of ternperature and relative hurni dity, whithout light, was studied. The temperature levels te􀀐 ted were 8, 16, 24 and 329C, and the relative humidity levels 3, 18, 51, 73 and 100%. The treatments were different combin􀀚 tions of these levels. Hwnidity was the more important factor in preserving the fungos spore ability to germinate and its infectivity. Under conditions of high relative humidity and temperatures of 24 and 329C, the spores rapidly lost their V! ability. This did not happen when the relative humidity was 􀀥 qual to, or below, 51%. The survival of fungus myceliurn on carrot peti ales was studied in non-treated organic soil, at different hu rnidity levels, at three different depths, during a period of 120 days. Soil humidity was the factor of major significance in the persistence of the mycelium, followed by depths and t! me factores. In petioles kept at depths of 10 and 20 cm in h􀈈 mid soil,the survival was greatly reduced, while survival was markedly higher in those kept at the surface of dry soil. The effect of humidity on the viability of m􀈽 celiurn was studied also under soiless condition. Petioles w􀉌 re maintained in relative hurnidity controlled chamber, at 249 e. In satured atmosphere (100% humidity), the myceliwn viab! lity was lost in less than 20 days. It was concluded that both, the conidial and mycelial form of Alternaria dauai are quite sensitive to high hwniQity levels.
País: Brasil
Instituição: Antônio Lopes da Silva
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: CARVALHO, Yvo de; CHAVES, Geraldo Martins. Aspectos epidemiológicos da queima das folhas da cenoura ( daucus carota l.) (parte I): sobrevivência de Alternaria dauoi (Kühn) Groves & Skolko em restos culturais da cenoura (daucus carota l.) causada por alternaria dauci (Kühn) Groves & Skolko. Anais da Escola de Agronomia e Veterinária, Goiânia, v. 6, n. 1, p. 49-79, jan./dez. 1976. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2238/2191>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: An error occurred getting the license - uri.
An error occurred getting the license - uri.
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11850
Data de publicação: Fev-1976
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Yvo de Carvalho - 1976.pdf660,13 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.