Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11940
Tipo do documento: TCC
Título: Adaptações geométricas da coluna lombar durante o exercício levantamento terra executado com as técnicas tradicional e sumô
Autor: Seffrin Neto, Aldo Antonio
Primeiro orientador: Campos, Mário Hebling
Primeiro membro da banca: Campos, Mário Hebling
Resumo: O levantamento terra é um exercício resistido que pode gerar grandes cargas na coluna lombar. Este trabalho teve o objetivo de analisar o comportamento da curvatura geométrica da coluna vertebral lombar durante o levantamento terra executado com as técnicas tradicional e sumô. Por meio de uma análise estereofotogramétrica foi computada a posição de marcadores retrorefletivos posicionados no dorso de 8 homens e 5 mulheres (28,7 ± 9,5 anos, 1,72 ± 0,11 m, 72,02 ± 11,78 Kg, [Média ± Desvio Padrão]). A postura vertebral foi mensurada durante um minuto de marcha em uma esteira a 5 km/h e durante duas séries de execuções do levantamento terra com 70% da carga de uma repetição máxima, sendo uma série com a técnica tradicional e outra com a sumô. As séries foram realizadas até a falha concêntrica, houve um sorteio para a ordem das técnicas e cinco minutos de intervalo entre elas. A posição espacial dos marcadores foi rastreada com o sistema Dynamic Posture. Para comparar as técnicas de exercício, foi computada a inclinação anterior do tronco, o ângulo lombar sagital e o método Brenzikofer foi empregado para computar a curvatura geométrica da coluna vertebral no plano sagital do tronco, em cada instante dos exercícios. A postura média apresentada na marcha (Curva Neutra) foi subtraída das posturas apresentadas no levantamento terra, de forma que valores positivos de ângulo e curvatura lombar significaram flexão da coluna lombar a partir da lordose Neutra. Foi realizado um teste t de Student pareado para avaliar se houve diferença entre os valores médios e calculada a medida da magnitude do efeito Cohen (d), quando apresentou diferença significativa. Os resultados mostraram que houve uma flexão anterior da região lombar inferior tanto para a técnica tradicional 6,47 ± 2,54 m-1, quanto na técnica sumô 6,08 ± 2,21 m-1. Houve uma redução de 12% na flexão lombar com a técnica sumô e essa redução foi considerada significativa (p = 0,0437), porém de pequeno efeito (d = 0,2). A inclinação máxima do tronco foi reduzida quando escolhida a técnica sumô 34,48° ± 10,35° para tradicional 20,25° ± 7,33°, essa redução foi considerada significativa (p = 0,0001) e de grande efeito (d = 1,5), e o pico de curvatura no plano frontal também foi reduzido ao escolher a técnica sumô 2,14 ± 1,11 m-1 em relação a tradicional 2,53 ± 1,28 m-1, essa redução também foi considerada significativa (p = 0,0368), porém de pequeno efeito (d = 0,3). Os dados apresentados apontam que a coluna lombar é menos sobrecarregada com a técnica sumô, além disso, apresenta padrões distintos em diferentes níveis da coluna vertebral.
Palavras-chave: Coluna vertebral
Tronco
Biomecânica
Cinemática
Levantamento terra
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação Física e Dança - FEFD (RG)
Nome do curso: Educação Física (RG)
Citação: SEFFRIN NETO, Aldo Antonio. Adaptações geométricas da coluna lombar durante o exercício levantamento terra executado com as técnicas tradicional e sumô. 2016. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Educação Física e Dança, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11940
Data de publicação: 2016
Aparece nas coleções:FEFD - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Educação Física - Aldo Antonio Seffrin Neto.pdf1,75 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons