Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11997
Tipo do documento: Artigo
Título: Genetic diversity among natural populations of Mandevilla velutina
Título(s) alternativo(s): Diversidade genética em populações naturais de batata infalível
Autor: Bertoni, Bianca Waleria
Souza, Ana Valéria de
Biondo, Ronaldo
França, Suzelei de Castro
Telles, Mariana Pires de Campos
Pereira, Ana Maria Soares
Resumo: A batata-infalível (Mandevilla velutina (Mart. Ex Stadelm) Woodson, Apocynaceae) é uma espécie endêmica do Cerrado, amplamente utilizada na medicina popular na forma de extrato alcoólico ou infusões do sistema subterrâneo. A planta é utilizada no tratamento de processos inflamatórios e em acidentes com serpentes. Atualmente, esta espécie é considerada prioritária em programas de conservação e, por isso, estudos de diversidade genética e métodos de conservação in vitro em bancos de germoplasma são relevantes para evitar sua extinção. O objetivo deste trabalho foi estudar a variabilidade genética em diferentes populações de batata infalível por meio de marcador molecular RAPD visando fornecer subsídios para a conservação da espécie em bancos de germoplasma. A análise molecular de variância (AMOVA) revelou que a variabilidade dentro das populações (81,25%) foi maior que entre populações (18,75%). Esses resultados foram confirmados pelo Índice de diversidade de Nei. As estimativas de variação de PHIST (0,188) e qP (0,1586) indicaram alta estruturação populacional. Não foi observada uma relação direta entre as distâncias genéticas e geográficas das três populações estudadas.
Abstract: Mandevilla velutina (Mart. Ex Stadelm) Woodson (Apocynaceae) is an endemic species in the Cerrado (Brazilian Savannah), whose alcoholic extracts and root infusions are extensively used in the popular medicine to treat inflammatory diseases and against snake bites. Currently, this species has been pointed out as crucial in conservation programs. Therefore, studies on its genetic diversity, as well as the development of methodology for in vitro conservation in germplasm banks are imperative to avoid its extinction. The objective of this work was to investigate the intra- and inter-populational genetic variability of M. velutina to enhance the representativeness of germplasm banks. To this aim, we used RAPD molecular markers. The analysis of molecular variance (AMOVA) indicated that the intra-populational (81.25%) was higher than the inter-populational (18.75%) variability, which was confirmed by the Nei’s Diversity Index. The PHIst (0.188) and qP (0.1586) values of genetic variation indicated high population structuring. There seems to be no direct correlation between geographic distances and genetic similarity among the three studied populations.
Palavras-chave: Mandevilla velutina
Medicinal plant
Extinction risk
Molecular markers
Planta medicinal
Risco de extinção
Marcador molecular
País: Brasil
Instituição: Associação Brasileira de Horticultura
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: BERTONI, Bianca Waleria; SOUZA, Ana Valéria; BIONDO, Ronaldo; FRANÇA, Suzelei de C.; TELLES, Mariana P. C.; PEREIRA, Ana Maria S. Genetic diversity among natural populations of Mandevilla velutina. Horticultura Brasileira, Vitória da Conquista, v. 28, n. 2, p. 209-213, Apr./June 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0102-05362010000200012
Identificador do documento: 10.1590/S0102-05362010000200012
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/11997
Data de publicação: Jun-2010
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Bianca Waleria Bertoni - 2010.pdf638,21 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons