Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12071
Tipo do documento: Artigo
Título: Larval ecomorphology of 13 Libellulidae (Anisoptera, Odonata) of the Middle Rio Doce Valley, Minas Gerais, Brazil
Título(s) alternativo(s): Ecomorfologia larval de 13 Libellulidae (Anisoptera, Odonata) do Vale do Médio Rio Doce, MG, Brasil
Autor: Giacomini, Henrique Correa
Marco Júnior, Paulo de
Resumo: Nos lagos do Médio Rio Doce (MG), dois grupos de larvas de Libellulidae apresentam diferenças no uso do habitat: um utiliza preferencialmente macrófitas aquáticas e o outro utiliza a superfície do fundo. O objetivo deste trabalho foi verificar se existe uma distinção morfológica entre estes dois grupos. Treze medidas morfológicas foram tiradas das larvas e analisadas. Nenhuma diferença, com relação ao tamanho corporal, foi encontrada entre os dois grupos, embora diferenças de forma tenham sido observadas com relação a duas variáveis morfológicas. As espécies que usam principalmente macrófitas tendem a possuir maiores medidas relativas do lábio e menores medidas da largura do abdome, o oposto ocorrendo com as larvas habitantes do fundo. Vantagens na captura de presas e na vulnerabilidade à predação são provavelmente as explicações para a divergência morfológica observada entre os dois grupos de larvas.
Abstract: In the lakes of the Middle Rio Doce, Minas Gerais (MG), two groups of larval Libellulidae are distinguished by preferences of habitat use: one uses mainly aquatic macrophytes and the other uses the bottom substrate. The goal of this work was to verify if there is a morphological distinction between the two groups of species. Thirteen body measures were taken from the larvae and analyzed. No difference was found between the two groups of species regarding the body size, but shape differences were observed for two morphological variables. The species that use mainly macrophytes tend to have larger relative measures of the labium and smaller measures of the abdomen width. Advantages in resource obtainment and in vulnerability to predation are probably the explanations for the morphological divergence among these larval groups.
Palavras-chave: Ecomorfologia
Libellulidae
Macrófitas
Rio Doce
Ecomorphology
Libellulidae
Macrophyte
País: Brasil
Instituição: Instituto Internacional de Ecologia
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: GIACOMINI, H. C.; MARCO JR., P. de. Larval ecomorphology of 13 Libellulidae (Anisoptera, Odonata) of the Middle Rio Doce Valley, Minas Gerais, Brazil. Brazilian Journal of Biology, São Carlos, v. 68, n. 1, p. 211-219, Feb. 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1519-69842008000100031
Identificador do documento: 10.1590/S1519-69842008000100031
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12071
Data de publicação: Fev-2008
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Henrique Correa Giacomini - 2008.pdf502,73 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons