Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12074
Tipo do documento: Artigo
Título: Representatividade fisiográfica e pedológica de fragmentos de floresta nativa em áreas de plantios homogêneos de eucalipto
Título(s) alternativo(s): Soil and physiographic representativeness of native forest fragments in eucalyptus plantation areas
Autor: Marco Júnior, Paulo de
Sarcinelli, Tathiane Santi
Fernandes Filho, Elpídio Inácio
Schaefer, Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud
Leite, Fernando Palha
Resumo: A ocupação e uso de diferentes ambientes pelo ser humano estão ligados às características do meio físico, de modo que os fragmentos de floresta nativa podem ficar restritos a áreas impróprias para uso ou de difícil acesso. A hipótese deste estudo é de que a distribuição de fragmentos florestais na paisagem é não aleatória e não representaria a diversidade fisiográfica e pedológica da paisagem na qual esses fragmentos estão inseridos. Com o objetivo de avaliar a representatividade ambiental de áreas protegidas em áreas de plantios homogêneos de eucalipto, foram derivados atributos topográficos de um Modelo Digital de Elevação (MDE) e gerados mapas de solos das áreas de estudo. O teste de Qui-Quadrado retornou valores significativos de todas as variáveis ambientais analisadas no nível de 5% de probabilidade. Tal fato indica que a distribuição das áreas de floresta nativa e de plantios de eucalipto é não aleatória, dependendo de fatores como declividade, orientação, posição na paisagem e grupos de solos. As florestas nativas estão bem representadas nas diferentes classes de declividade e orientação, mas estão sub-representadas nos topos de morros, onde ocorrem os Latossolos. No entanto, há superproteção das áreas de terraços e planícies fluviais e de Cambissolos Flúvicos.
Abstract: The occupation and use of different environments by the man are linked to the characteristics of the physical environment, so that the native forest fragments may be restricted to inappropriate areas for use or to areas of difficult access. The hypothesis of this study is that forest fragments are not randomlydistributed and may not be representative of the physiographic and soil landscape diversity. Aiming at assessing the environmental representativeness of protected areas in homogeneous stands of eucalyptus, topographic attributes were derived from a Digital Elevation Model (DEM) and soil maps of the study areas were generated. The Chi-Square test returned significant values for all the environmental factors analyzed at 5 % of probability level, implying that the distribution of the native forest and eucalyptus plantation areas is not random, depending on factors such as slope, aspect, landforms and soil groups. Native forests are well-represented in the different slope and aspect classes, but are underrepresented at the hill-tops, where there is the presence of latossolos. On the other hand, there is an overprotection of the terraces and river plains, and of areas of Fluvic Cambisols.
Palavras-chave: Digital elevation model
Geographic information systems
Native forest fragmentation
Modelo digital de elevação
Fragmentação florestal
Sistema de informações geográficas
País: Brasil
Instituição: Sociedade de Investigações Florestais
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: SARCINELLI, Thatiane Santi; FERNANDES FILHO, Elpídio Inácio; SCHAEFER, Carlos Ernesto Gonçalves Reynaud; MARCO JUNIOR, Paulo de; LEITE, Fernando Palha. Representatividade fisiográfica e pedológica de fragmentos de floresta nativa em áreas de plantios homogêneos de eucalipto. Revista Árvore, Viçosa, v. 36, n. 3, p. 499-509, maio/jun. 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0100-67622012000300012
Identificador do documento: 10.1590/S0100-67622012000300012
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12074
Data de publicação: Jun-2012
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Tathiane Santi Sarcinelli - 2012.pdf1,38 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons