Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12095
Tipo do documento: Artigo
Título: Small-scale area effect on species richness and nesting occupancy of cavity-nesting bees and wasps
Título(s) alternativo(s): Efeito de área em pequena escala sobre a riqueza e comportamento de nidificação de abelhas e vespas solitárias
Autor: Loyola, Rafael Dias
Martins, Rogério Parentoni
Resumo: Efeito de área em pequena escala sobre a riqueza e comportamento de nidificação de abelhas e vespas solitárias. Este trabalho foi realizado em fragmento florestal urbano localizado na região sudeste do Brasil. Foram testadas as predições das seguintes hipóteses: (1) áreas maiores apresentam maior riqueza de espécies de abelhas e vespas que nidificam em cavidades pré existentes, (2) espécies de abelhas e vespas que nidificam em cavidades pré-existentes ocupam mais ninhos em áreas maiores, (3) espécies raras ocupam mais ninhos em áreas menores. Estes insetos foram amostrados por meio de ninhos-armadilha de fevereiro a novembro de 2004. As armadilhas foram dispostas em unidades amostrais com diferentes tamanhos (25, 100 e 400 m2), alocadas em um fragmento de floresta mesofítica de 6 ha. Cento e trinta e sete armadilhas foram ocupadas por sete espécies de abelhas e quatro espécies de vespa. Observamos um aumento na riqueza de vespas associado a uma maior área amostral; não observamos o mesmo para abelhas. A riqueza de espécies de Hymenoptera (abelhas e vespas, em conjunto) foi maior em áreas maiores. Tanto a abundância quanto a densidade de ninhos ocupados por abelhas e vespas aumentou com o aumento da unidade amostral. Trypoxylon lactitarse ocorreu mais frequentemente em áreas maiores. O mesmo padrão foi observado para Auplopus militaris, espécies do gênero Megachile e Anthodioctes megachiloides. Apenas Trypoxylon sp. não foi afetada pelo tamanho da unidade amostral. Os resultados do estudo mostram que abelhas e vespas solitárias respondem de maneira diferente ao tamanho de área. O entendimento dessas relações deve ser complementado
Abstract: Small-scale area effect on species richness and nesting occupancy of cavity-nesting bees and wasps. The research was conducted in an urban forest remnant in southeast Brazil. We tested the predictions of the following hypotheses: (1) larger areas present higher species richness of bees and wasps, (2) solitary bees and wasps occupy more nests in larger areas, (3) rare species occupy more nests in smaller areas. We sampled Aculeate bees and wasps using trap nests from February to November 2004. We placed trap nests in sampling units (SU) with different size (25, 100 and 400 m2) located in 6 ha of secondary mesophytic forest. One hundred and thirty-seven trap nests were occupied by seven species of bees and four species of wasps. We found an increase in wasp, but not bee species richness following increase in SU size. Hymenoptera richness (i.e. bees plus wasps) was also greater in larger SU. Both the number and density of occupied nests increased with SU size. The wasp Trypoxylon lactitarse responded significantly to area size, larger SU having more occupied nests. The same pattern was exhibited by the wasp Auplopus militaris, the Megachile bee species, and the bee Anthodioctes megachiloides. Only Trypoxylon sp. was not affected by SU size. Our results show that cavity-nesting bee and wasps respond differently to the area effects. Such findings must be complemented by informationon the frequency and dynamics of area colonization and nest occupancy by species of solitary Hymenoptera.
Palavras-chave: Abelhas e vespas solitárias
Aculeata
Brasil
Fragmento florestal
Ninho-armadilha
Aculeata
Forest remnant
Solitary bee and wasps
Trap-nests
País: Brasil
Instituição: Sociedade Brasileira de Entomologia
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: LOYOLA, Rafael D.; MARTINS, Rogério P. Small-scale area effect on species richness and nesting occupancy of cavity-nesting bees and wasps. Revista Brasileira de Entomologia, Curitiba, v. 55, n. 1, p. 69-74, Mar. 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0085-56262011000100011
Identificador do documento: 10.1590/S0085-56262011000100011
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12095
Data de publicação: Mar-2001
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Rafael Dias Loyola - 2011.pdf435,72 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons