Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12220
Tipo do documento: Artigo
Título: Riqueza e composição de Arctiinae (Lepidoptera, Erebidae) em cinco unidades de conservação do Cerrado
Título(s) alternativo(s): Richness and composition of Arctiinae (Lepidoptera, Erebidae) in five conservation units in the Cerrado biome
Autor: Moreno, Carolina
Magalhães, Flávio Cardoso
Rezende, Luiz Henrique Gonçalves
Neves, Karen
Ferro, Viviane Gianluppi
Resumo: Cerca de 50% da diversidade de mariposas Arctiinae do Brasil está no Cerrado. Contudo, a fauna desses insetos é extremamente subamostrada na região norte do bioma, onde localizam-se as áreas de vegetação mais preservadas. Diante disso, este trabalho teve como objetivos descrever a riqueza, abundância, composição e diversidade beta de Arctiinae em diferentes fitofisionomias de cinco Unidades de Conservação localizadas no nordeste do Cerrado. Foram amostradas 83 espécies, das quais quase 78% ocorreram em apenas uma Unidade de Conservação. As localidades com menor grau de preservação apresentaram maior riqueza de espécies, o que pode ser explicado como uma resposta a distúrbios intermediários na paisagem destes locais. As fitofisionomias florestais foram mais ricas em espécies, corroborando a hipótese da heterogeneidade ambiental. De maneira geral, a similaridade da fauna foi baixa tanto entre as Unidades de Conservação quanto entre as fitofisionomias. Inventários mais completos precisam ser feitos a fim de avaliarmos que fatores estão influenciando os padrões de riqueza e composição de Arctiinae nestas localidades de Cerrado e, assim, subsidiar futuras ações de conservação.
Abstract: The Cerrado biome contains about 50% of the Brazilian Arctiinae moths. However, northern region of the Cerrado is under-sampled for these insects, where there are more preserved areas. Here, we described the richness, composition, abundance, and beta diversity of Arctiinae in different vegetation types in five Protected Areas in the Cerrado northeast. We found 83 species, almost 78% of them occurred in one Protected Area. Less preserved localities had higher species richness. This result can be explained as a response to frequent intermediate disturbances in the landscape of these places. Forested areas were richer in species, supporting the environmental heterogeneity hypothesis. Compositional similarity was low among protected areas and among vegetation types. More complete inventories are required to assess which factors are influencing species richness and composition patterns of Arctiinae moths in these localities and thus guide future conservation actions.
Palavras-chave: Protected areas
Inventories
Moths
Áreas protegidas
Inventários
Mariposas
País: Brasil
Instituição: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: MORENO, Carolina; MAGALHÃES, Flávio C.; REZENDE, Luiz H. G. de; NEVES, Karen; FERRO, Viviane G. Riqueza e composição de Arctiinae (Lepidoptera, Erebidae) em cinco unidades de conservação do Cerrado. Iheringia. Série Zoologia, Porto Alegre, v. 105, n. 3, p. 297-306, set. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/1678-476620151053297306
Identificador do documento: 10.1590/1678-476620151053297306
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12220
Data de publicação: Set-2015
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Carolina Moreno - 2015.pdf980,5 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons