Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/1242
Tipo do documento: Article
Título: Moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) no Estado de Goiás: ocorrência e distribuição
Título(s) alternativo(s): Fruit flies (Diptera, Tephritidae) in the Goiás State, Brazil: occurrence and distribution
Autor: Veloso, Valquiria Rocha Santos
Pereira, André Ferreira
Rabelo, Lilian Rosana Silva
Caixeta, Claudini Vieira Deboni
Ferreira, Gislene Auxiliadora
Resumo: O Estado de Goiás apresenta grande número de espécies vegetais hospedeiras de moscas-das-frutas, cujos frutos amadurecem em diferentes estações do ano, proporcionando o aumento da densidade populacional da praga e sua ampla distribuição. Em todo o território goiano, são observadas moscas-das-frutas em alta ou baixa frequência, tanto em áreas rurais quanto urbanas. Além da mosca-do-mediterrâneo (Ceratitis capitata), são conhecidas, até o momento, 21 espécies de moscas do gênero Anastrepha, destacando-se as espécies A. obliqua, A. fraterculus, A. sororcula e A. zenildae, pela importância econômica, e A. grandis, pelo destaque como praga quarentenária. A espécie A. grandis foi registrada, até o momento, em 13 municípios goianos, porém, esta informação não inviabiliza os programas de exportação de frutos implantados no Estado, pois verificou-se que, nas unidades de produção, o índice MAD (moscas armadilha-1 dia-1) foi inferior a 0.1, mantendo-se dentro dos índices estabelecidos pela legislação, para a exportação de frutos de cucurbitáceas.
The Goiás State, in Brazil, presents a high number of host plant species for fruit flies, whose fruits ripen at different seasons, providing an increase in the pest population density and its wide distribution. Throughout the Goiás State, fruit flies occur in high or low frequency, both in rural and urban areas. Besides the Mediterranean fruit fly (Ceratitis capitata), 21 species of Anastrepha flies are currently known, mainly A. obliqua, A. fraterculus, A. sororcula and A. zenildae, due to their economic importance, and A. grandis, for being a quarantine pest. The A. grandis species has been recorded in 13 cities in the Goiás State, however, this information does not preclude the fruits export programs implemented in the State, because it was observed, in the production units, that the FTD index (flies trap-1 day-1) was lower than 0.1, in accordance with the rates established by the Brazilian legislation, for the export of cucurbit fruits.
Palavras-chave: Ceratitis spp.
Anastrepha spp.
Pragas de frutas
Escola de Agronomia e de Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Instituição: Alexsander Seleguini
Citação: VELOSO, V. R. S.; PEREIRA, A. F.; RABELO, L. R. S.; CAIXETA, C. V. D.; FERREIRA, G. A. Moscas-das-frutas (Diptera, Tephritidae) no Estado de Goiás: ocorrência e distribuição. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 42, n. 3, 2012. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/pat/article/view/13447>.
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/1242
Data de publicação: 30-Set-2012
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
13447-85275-1-PB.pdf515,95 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.