Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12591
Tipo do documento: Artigo
Título: Avaliação do befenthrin no controle da mosca branca (Bemisia tabaci, Genn. 1889) em feijoeiro
Título(s) alternativo(s): Utilizatjon of the befenthrin in chemical control of whitefl y (Bemisia tabaci, Genn. 1889) in bean crops
Autor: Silva, Antônio Lopes da
Veloso, Valquíria Rocha dos Santos
Nascimento, Ildeu Matias do
Oliveira, Jaison Pereira de
Falhares, Demétrio Martinez
Resumo: Com o objetivo de avaliar a eficiência do Befenthrin 25 CE, nas dosagens de 2,5; 3,75; 5,00 e 6,25g i.a/ha, no controle químico da mosca branca (Bemisia tabaci Genn., 1889) em feijoeiro, foi conduzido um experimento no Campo Experimental da Escola de Agronomia da Universidade Federal de Goiás - Goiânia, safra 91/92, utilizando como produto padrão o Metamidophós 600 BR nas dosagens de 420 e 600g i.a./ha .. As pulverizações foram realizadas nos 7°, 14°, 21º e 28º dias após a emergência das plântulas, utilizando-se um pulverizador costal a C02, com bico D3, gastando-se 250 litros de calda por ha Dois dias após a última pulverização foi realizada a avaliação de eficiência, contando-se o número de ninfas vivas em 1 O folíolos/parcela e, 10 dias após, fez-se a contagem do número de plantas com sintomas de "mosaico dourado" por parcela. Pelos resultados obtidos, conclui-se que o Befenthrin nas dosagens de 5,0 e 6,25g i.a/ha controlou eficientemente a praga, igualando-se ao metamidophós na dosagem de 600g i.a/ha, com a vantagem de menor toxicidade para mamíferos e também sob o ponto de vista ecológico, pois a dose utilizada i.a. é 100 vezes menor.
Abstract: The whitefly (Bemisia tabaci), an important pest of bean crops, is known as vector of golden-yellow-mosaic virus in many regions in Brazil. ln order to determine the efficiency of the befenthrin to contrai the whitefly, a field experiment was carried out in Goiânia, State Goiás, Brazil. Toe treatments and dosage in grams of active ingredient by ha were: befenthrin (2.5;3.75; 5.0 and 6.25), metarnidophós (420.0 and 600.0) and untreated check. Results obtained by this test pennited to conclude that befenthrin at experimented dosagens, presented similarity of control to the other used compound in different estimations realized, with contrai average superior to 96,0 %.
País: Brasil
Instituição: Antônio Henrique Garcia
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: SILVA, Antônio Lopes da; VELOSO, Valquíria Rocha dos Santos; NASCIMENTO, Ildeu Matias do; OLIVEIRA, Jaison Pereira de; FALHARES, Demétrio Martinez. Avaliação do befenthrin no controle da mosca branca (Bemisia tabaci, Genn. 1889) em feijoeiro. Anais da Escola de Agronomia e Veterinária, Goiânia, v. 23, n. 1, p. 1-6, jan./dez. 1993. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2623/2595>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12591
Data de publicação: Dez-1993
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Antonio Lopes da Silva - 1993.pdf165,31 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons