Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12692
Tipo do documento: Artigo
Título: Estudo do leucograma como monitor do 2-1 fosfato dissódico de betametasona e do fosfato dissódico/acetato de dexametasona, em cães que receberam transplantes com córneas de suínos
Título(s) alternativo(s): White blood count as a 2-1 betamethasone dissodic fosfhate and dexamethasone dissodic fosphate/acetate monitor in swine cornea transplanted dogs
Autor: Chaves, Nilo Sérgio Trancoso
Barros, Paulo Sérgio de Moraes
Martins, Apóstolo Ferreira
Araújo, Eugênio Gonçalves de
Araújo, Larissa Franco de
Eurides, Duvaldo
Jacomini, Clausmir Zanetti
Resumo: Foram utilizados dez cães, sem raça definida, com peso médio de 10kg, sele­cionados no Centro de Zoonoses de Goiânia. Após serem examinados e considerados sadios, foram numerados de 11 a 20 na respectiva coleira. Cada animal, a seu tempo, teve implantada no olho esquerdo córnea de suíno, este abatido no frigorífico Casa de Banha Caçula. A córnea foi conservada em câmara úmida pelo período máximo de seis horas. Cada cão recebeu, antes da cirurgia, 4mg por via intramuscular de fosfato dissódico/acetato de dexametasona e uma gota de sulfato de gentamicina/fosfato dissódico de betametasona. Foi conservado o uso da medicação ocular 4 vezes/dia e a intramuscular semanalmente, até o sacríficio do cão. Cada animal teve uma amostra de sangue collúda no dia O, antes da cirurgia, uma no 14 º e outra no 28ºdia, para o estudo do leucograma, como monitor dos corticosteróides. Nas dez amostras colhidas no dia O, 80% não apresentaram alterações, já 10% apresentaram leucocitose com neutrofilia e 10% não foram analisadas. Como três animais foram sacrificados no intervalo do 14 º ao 21 ºdia, estas amostras (40%), foram analisadas e comparadas com aquelas do tempo O. Cinco animais (50%) tiveram suas amostras examinadas no 28ºdia. Tanto no 14º como no 28º dia encontraram-se 100% de neutrofilia, 100% de eosinopenia e 44,4% de linfocitopenia, num sinal clássico de supressão imunocelular.
Abstract: Ten mixedbreeddogs, with a 10 kg average weigth were selected at Centro de Zoonoses de Goiânia. After being examined and considered healthy, the dogs were enumerated from 11 to 20 on their collars. Each animal had swine comea implanted into the left eye. Toe swine comea was obtained at Casa de Banha Caçula, a slaughterhouse, and conserved in humid chamber during a maximum 6 hour period. Each animal received 4 mg dissodic fosphate/acetate dexamethasone IM and was instilled one drop of gentamycin sulphatelbetamethasone dissodic fosphate, mantaining ocular medication 4 times/day and intramuscular medication once a week until euthanasia. Each animal had blood sample collected on day O, before surgery, and on day 14 and 28 to analyse white blood count as a monitor of corticosteroids, imunocellu­lar supressor drugs. From ten blood samples collected on day O, 80% didn't present any alterations, 10"/o presented leukocytosis with neutrophilia and 10% weren't submitted to analysis. Due to the fact that three animais had ben euthaniz.ed between days 14 and 21, these samples (40%), were analized and compared with these collected on day O. Five animais (50%) had their samples examined on day 28. 0n both days 14 and 28, there were 100% neutrophilia, 100% eosinophilia and 44,4% Jymphocytopenia, indicating imunocellular supression.
Palavras-chave: Corticosteróides
Xenotransplantes
Córnea
Canino e suíno
Corticosteroids
Xenotransplants
Canine and swine
País: Brasil
Instituição: Antônio Henrique Garcia
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: CHAVES, Nilo Sérgio Trancoso; BARROS, Paulo Sérgio de Moraes; MARTINS, Apóstolo Ferreira; ARAÚJO, Eugênio Gonçalves de; ARAÚJO, Larissa Franco de; EURIDES, Duvaldo; JACOMINI, Clausmir Zanetti. Estudo do leucograma como monitor do 2-1 fosfato dissódico de betametasona e do fosfato dissódico/acetato de dexametasona, em cães que receberam transplantes com córneas de suínos. Anais da Escola de Agronomia e Veterinária, Goiânia, v. 26, n. 2, p. 23-30, jul./dez. 1996. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2933/2980>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12692
Data de publicação: Dez-1996
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Nilo Sérgio Troncoso Chaves - 1996.pdf784,98 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons