Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12920
Tipo do documento: Artigo
Título: Adubação mineral e orgânica da abóbora híbrida I. Crescimento
Título(s) alternativo(s): Mineral and organic fertilizer of the hybrid squash – I. Growth
Autor: Silva, Natan Fontoura da
Fontes, Paulo Cezar Rezende
Ferreira, Francisco Affonso
Cardoso, Antônio Américo
Resumo: Com finalidade de avaliar a resposta da abóbora híbrida cv. Tetsukabuto à adubação orgânica e mineral, foram realizados sete experimentos em Ponte Nova, Minas Gerais, em solo podzólico vermelho-amarelo câmbico fase terraço. Cada experimento constituiu uma época de amostragem, que foi iniciada aos 21 dias e encerrada aos 105 dias após a semeadura, com intervalos regulares de 14 dias. Nestes experimentos foram testados cinco tratamentos de adubação mais um tratamento controle (sem adubação). Nos tratamentos de adubação, definidos por meio de um corte em diagonal de um fatorial completo, foram aplicadas as doses de 0; 3; 6; 9 e 12 t/ha (base seca) de composto orgânico de resíduo de suínos e bagaço de cana, juntamente com 0,772; 0,579; 0,386; 0,193 e 0 t/ha de adubo mineral NPK 4-14-8, respectivamente, em quatro repetições, no delineamento de blocos ao acaso. A substituição de parte da adubação mineral pela orgânica aumentou o número de nós da rama principal, o comprimento total da ramificação e os pesos das matérias secas da parte aérea, da parte reprodutiva e do fruto. A maior porcentagem de matéria seca no fruto e o menor crescimento vegetativo, aos 105 dias após a semeadura, foram obtidos quando toda a adubação mineral foi substituída pela orgânica.
Abstract: In order to evaluate the response of hybrid squash cv. Tetsukabuto to mineral (NPK) and organic compost, seven experiments were carried out in Ponte Nova, State of Minas Gerais, Brazil, on a yellow-red cambic podsoil. Each experiment constituted one sampling date, which began at the 21st day and ended at the 105th day after sowing, with 14 days intervals. In these experiments five fertilizing treatments were tested plus a control (no treatment). In the fertilizing treatments, defined by a diagonal section of a complete factorial, rates of 0, 3, 6, 9 and 12 t/ha (dry basis) of organic compost, associated with rates of 0.772, 0.579, 0.386, 0.193 and 0 t/ha of NPK (4-14-8), respectively, were applied with four replications in a randomized blocks design. The mineral and organic compost association increased the knots number in the main branch, the overall branches length and the dry matters of the aerial part, reproduction part and fruits. At 105 days after sowing, the highest dry matter percentage in the fruit, and the smallest vegetative growth, were obtained when the mineral fertilizer was replaced by the organic compost. On this day, the reproductive part dry matter reached a maximum of 1,997 g/plant with 6,914 kg/ha of organic compost and 327 kg/ha of NPK.
Palavras-chave: Moranga híbrida
Cucurbita maxima x C. moschata
Crescimento
Hybrid squash
Organic compost
Mineral fertilizer
Growth
País: Brasil
Instituição: Antônio Henrique Garcia
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: SILVA, Natan Fontoura da; FONTES, Paulo Cezar Rezende; FERREIRA, Francisco Affonso; CARDOSO, Antônio Américo. Adubação mineral e orgânica da abóbora híbrida I. Crescimento. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 29, n. 1, p. 11-18, jan./jun. 1999. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2880/2928>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12920
Data de publicação: Jun-1999
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Natan Fontoura da Silva - 1999.pdf74,24 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons