Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12988
Tipo do documento: Artigo
Título: Caracterização de grãos de girassol (Hellianthus annuus L.) ao longo do período de colheita em dois municípios do estado de Goiás
Título(s) alternativo(s): Characteristics of sunflower grains during the harvest period in two counties of the state of Goiás
Autor: Faleiro, Heloina Teresinha
Silva Júnior, Renato Pinto da
Silva, Luciano Ferreira
Resumo: No Brasil, o consumo doméstico do óleo de girassol cres-ceu 657% no período 1993/96 e Goiás é o principal Estado produ-tor com 70,5% da produção nacional em 1999. A importância cres-cente da cultura e a ausência de estudos sobre a qualidade do grão motivaram a busca por informações sobre as características do grão colhido. Foram levantados os dados climáticos diários e de classificação feitos por duas unidades armazenadoras - UA (municípios de Montividiu e Chapadão do Céu), receptoras de pro-dução no Estado de Goiás. As respectivas médias de umidade (base úmida), impurezas e ardidos dos grãos, recepcionados em Montividiu, foram de 9%, 2,5% e 1% e em Chapadão do Céu, foram de 10,3%, 4,1% e 3,3%. A temperatura variou entre 17,5°e 22°C na UA de Montividiu e 7° e 23,5°C na UA de Chapadão do Céu. A umidade relativa variou entre 37% e 71,5% em Montividiu e entre 38,5% e 80,5% em Chapadão do Céu. A amostra de grãos coletada apresentou teor de proteína de 21,9% e teor de óleo de 35,6%. Os fungos encontrados na amostra apresentaram 790 UFC/g do produto, sendo 86% de fungos do gênero Cladosporium, 0,9% de Fusarium e 0,4% de Penicillium. A amostra de resíduo de girassol apresentou teor de umidade de 8,6% (base úmida), teor de proteína de 16,3% e teor de óleo de 7,5%, e na contagem e identificação de fungos registrou-se 2,5 x 103 UFC/g de resíduo, sendo 57% de fungos do gênero Fusarium e 43% de Penicillium. As características de teor de umidade, porcentagem de impure-zas e porcentagem de grãos ardidos analisadas satisfazem os padrões de exigência.
Abstract: The domestic consumption of sunflower oil, in Brazil, went up 657% in the period of 1993/96 and Goiás is the major producer, with 70.5% of the 1999 national production. The cultivation of the sunflower seed is becoming more important and there are no studies about the quality of the grain. Therefore, there is a need to gather information about the characteristics of the grain harvested. The goal of this study is to collect data from two storage units (Montividiu and Chapadão do Céu counties), which receive most the state of Goiás’ production. The average moisture content, percentage of impurity and percentage of burned grains from Montividiu were 9%, 2.5% and 1%, and from Chapadão do Céu were 10.3%, 4.1% and 3.3%, respectively. The temperature was between 17.5° and 22°C in the Montividiu unit and between 7° and 23.5°C in the Chapadão do Ceu unit. The relative humidity was between 37% and 71.5% in Montividiu and between 38.5% and 80.5% in Chapadão do Céu. The grain sample collected showed 21.9% protein and 35.6% oil. In the sample, 790 CFU of fungi were encountered per gram of product, with 86% Cladosporium fungus, 0.9% of Fusarium and 0.4% of Penicillium. One sample of sunflower residue had 8.6% humidity, 16.3% protein and 7.5% oil. In the counting and identification of fungi, 2.5 x 10³ CFU of fungi were encountered per gram of residue, with 57% Fusarium fungus and 43% Penicillium fungus. The observed characteristics of moisture content, percentage of impurity and percentage of burned grains are in accordance with quality standards.
Palavras-chave: Qualidade
Classificação
Clima
Quality
Classification
Weather
País: Brasil
Instituição: João Batista Duarte
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: FALEIRO, Heloina Teresinha; SILVA JÚNIOR, Renato Pinto da; SILVA, Luciano Ferreira. Caracterização de grãos de girassol (Hellianthus annuus L.) ao longo do período de colheita em dois municípios do estado de Goiás. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 31, n. 2, p. 163-168, jul./dez. 2001. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2486>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/12988
Data de publicação: Dez-2001
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Heloina Teresinha Faleiro - 2001.pdf51,1 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons