Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13050
Tipo do documento: Artigo
Título: O Fundeb em uma perspectiva comparada com o financiamento da educação básica nos países da OCDE e do BRICS
Título(s) alternativo(s): Fundeb in a comparative perspective with the financing of basic education in OECD countries and BRICS
Autor: Amaral, Nelson Cardoso
Resumo: Indicadores associados à educação básica são apresentados, incluindo-se os dados do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), sobretudo aqueles relacionados aos investimentos especificados por estudante e aos salários dos professores, e comparados com aqueles dos países membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e do grupo de países formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, o BRICS. Os valores apresentados pela OCDE são, em geral, muito elevados e podem ser utilizados como referência a ser alcançada pelos países que compõem o BRICS. Observa-se que são grandes, portanto, os desafios desses países ao compararmos os seus indicadores – quando estão disponíveis, pois não há banco de dados para sua obtenção, o que é mais um problema a ser resolvido – com aqueles dos países membros da OCDE. No caso brasileiro – e talvez seja aplicável também a alguns países do BRICS, como Índia e África do Sul –, pode-se concluir que só será possível atingir os parâmetros da OCDE quando ocorrerem, simultaneamente, três circunstâncias: estabilidade da população total, com a diminuição do quantitativo de crianças e jovens em idade educacional; crescimento, que inclui o Produto Interno Bruto (PIB), no contexto do capitalismo mundial como está estruturado; e a consequente diminuição da desigualdade social existente.
Abstract: Indicators associated with basic education are presented, including data from the Fund for the Maintenance and Development of Basic Education and for the Appreciation of Education Professionals (Fundeb), especially those related to specified investments per student and teacher’s salaries, and compared to those of the Organization for Economic Cooperation and Development (OECD) and the group of countries, comprising Brazil, Russia, India, China and South Africa: the BRICS. The figures presented by the OECD are generally very high and can be used as a reference to be reached by the countries that constitute the BRICS. In terms of comparing the indicators of these countries to those of OECD member countries, there are huge challenges. A problem to be solved is in relation to the obtaining of indicators (when they are available), since there is no database to access them. In the Brazilian case – and perhaps this is also applicable to some BRICS countries, such as India and South Africa –, it can be concluded that achieving the OECD parameters will be possible as long as three conditions occur simultaneously: stabilization of the total population, with the decrease in the number of school-aged children and youth; growth, which includes the gross domestic product (GDP), in the context of global capitalism as it is structured; and the consequent reduction of social inequality
Palavras-chave: Financiamento da educação
OCDE
BRICS
Educação básica
Financing of education
OECD
Basic education
BRICS
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação - (FE)
Citação: AMARAL, Nelson Cardoso. O Fundeb em uma perspectiva comparada com o financiamento da educação básica nos países da OCDE e do BRICS. Em Aberto, Brasília, DF, v. 28, p. 67-83, jan./jun. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13050
Data de publicação: Jun-2015
Aparece nas coleções:FE - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Nelson Cardoso Amaral - 2015.pdf1,25 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons