Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13129
Tipo do documento: Artigo
Título: Avaliação química e biológica da proteína do grão em cultivares de milho de alta qualidade protéica
Título(s) alternativo(s): Chemical and biological evaluation of grain protein in quality protein maize
Autor: Naves, Maria Margareth Veloso
Silva, Maria Sebastiana
Cerqueira, Fernanda Menezes
Paes, Maria Cristina Dias
Resumo: Cultivares de milho de alta qualidade protéica (QPM) de-senvolvidos pela Embrapa Milho e Sorgo foram avaliados quanto ao conteúdo de aminoácidos essenciais e aproveitamento biológi-co da proteína, em ratos Wistar machos, recém-desmamados. Sete grupos de seis animais foram mantidos durante dez dias sob con-dições ambientais padronizadas, recebendo cada grupo uma das seguintes rações: a) controle a 10% e a 7% de proteína (caseína), b) aprotéica, c) experimentais com milho a 7% de proteína (QPM amarelo – BR 473, QPM branco – BR 451 e milho comum – BR 136), d) mistura arroz-feijão a 10% de proteína (1:1 em base protéica). A qualidade protéica do milho BR 473 foi semelhante à do milho BR 451 e significativamente superior (p<0,05) à do milho BR 136, segundo os índices NPR (Net Protein Ratio – 3,37; 3,54 e 2,58, respectivamente para BR 473, BR 451 e BR 136) e NPU (Net Protein Utilization – 56%, 58% e 43%, respectivamente). Os milhos QPM possuem valor protéico elevado (média de 83%em relação à proteína de referência), similar ao da mistura arroz-feijão, constituindo-se em alimentos promissores para uso em pro-gramas de combate à desnutrição no Brasil, em especial para crianças de baixa renda.
Abstract: Quality protein maize (QPM) cultivars developed by Embrapa Milho e Sorgo (Brazil) were evaluated for profiles of essential amino acids and protein utilization using weanling male Wistar rats. Seven groups of six animals were kept in standard environmental conditions for ten days, and fed with either: a) a control diets (10% casein and 7% protein level), b) a non-protein diet, c) maize based diets with 7% protein (yellow QPM – BR 473, white QPM – BR 451 and common maize – BR 136), d) a mixed rice and bean diet with 10% protein (1:1 in protein base). Protein of QPM BR 473 and QPM BR 451 maize cultivars showed similar quality, which was superior (p<0.05) to that of common maize, according to NPR (Net Protein Ratio – 3.37, 3.54 and 2.58, respectively to BR 473, BR 451 and BR 136) and NPU (Net Protein Utilization – 56%, 58% e 43%, respectively) indexes. Since QPM Brazilian cultivars have high protein value (an average of 83% compared to a reference protein) and show similar quality to the protein found in a rice and bean diet, its use should be encouraged in official Brazilian programs that aim to reduce malnutrition, particularly among poor children.
Palavras-chave: Proteína
QPM
Qualidade protéica
Valor protéico
Corn
Quality protein maize
Protein value
País: Brasil
Instituição: João Batista Duarte
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: NAVES, Maria Margareth Veloso; SILVA, Maria Sebastiana; CERQUEIRA, Fernanda Menezes; PAES, Maria Cristina Dias. Avaliação química e biológica da proteína do grão em cultivares de milho de alta qualidade protéica. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 34, n. 1, p. 45-51, jan./abr. 2004. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/2335>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13129
Data de publicação: Abr-2004
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Maria Margareth Veloso Naves - 2004.pdf206,94 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons