Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13265
Tipo do documento: TCC
Título: Biblioteca escolar no processo de ensino-aprendizagem da/o estudante com Síndrome de Down
Autor: Faria, Keyla Rosa de
Primeiro orientador: Santos, Andréa Pereira dos
Primeiro membro da banca: Santos, Andréa Pereira dos
Oliveira, Ana Flávia Teodoro de Medonça
Valério, Erinaldo Dias
Resumo: Analisa a atuação da biblioteca escolar, no processo de ensino-aprendizagem dos estudantes com síndrome de Down da rede municipal de ensino de Aparecida de Goiânia. Empregou-se pesquisa de campo de caráter exploratória visando explicitar o ambiente estudado, empregando a abordagem qualitativa, a qual permitiu valorizar as atitudes, crenças e as particularidades do estudante com Down. Utilizou-se como instrumento na pesquisa para a coleta de dados o questionário com 32 questões, sendo 25 abertas e 7 fechadas abertas e fechadas. Os resultados demonstraram pontos positivos e negativos com relação à atuação da biblioteca escolar e o estudante com Down. Destaca Dentro dos positivos destacamos a presença da biblioteca escolar e do profissional bibliotecário em 90% das escolas pesquisadas e a existência de professor de apoio para todos os estudantes com deficiência. Os negativos foram ausência de ações propícia para os estudantes Down; a omissão do professor regente; a falta de comunicação e interação entre as profissionais – bibliotecária e professor. Esses fatores comprometeram significativamente o processo evolutivo dos estudantes com Down. Portanto, a atuação da biblioteca escolar com relação ao ensino-aprendizagem dos estudantes Down ainda é precária, mesmo porque a Lei brasileira de inclusão da pessoa com deficiência é recente. Apesar de a educação inclusiva ser efetivada politicamente, falta implementar a humanização para com esses estudantes. Conclui-se que as profissionais que atuam nas bibliotecas pesquisadas, desenvolvem ações de incentivo à leitura, mas encontram dificuldades em estabelecer relacionamento com os estudantes Down, limitando o processo de aprendizagem. Afirma que a biblioteca é o lugar propício para a sociabilização, pois nela os leitores podem sonhar e imaginar um mundo diferente do que ele vivencia, e a partir disso mudar sua perspectiva e se sentir incluído. Sugere-se a necessidade de realizar cursos de capacitação para que estas profissionais saiba utilizar os jogos e recursos disponíveis na biblioteca aos alunos com deficiência intelectual.
Abstract: It analyzes the performance of the school library in the teaching-learning process of students with Down syndrome of the municipal school system of Aparecida de Goiânia. Exploratory field research was used to explain the studied environment, using the qualitative approach, which allowed to value the attitudes, beliefs and particularities of the student with Down. The questionnaire with 32 questions was used as an instrument for the data collection, 25 of which were open and 7 were closed and closed. The results showed positive and negative points regarding the performance of the school library and the student with Down. Highlights Among the positives we highlight the presence of the school library and the professional librarian in 90% of the schools surveyed and the existence of a teacher of support for all students with disabilities. The negatives were absence of actions conducive to Down students; the omission of the regent teacher; the lack of communication and interaction between professionals - librarian and teacher. These factors significantly compromised the evolutionary process of students with Down. Therefore, the performance of the school library in relation to the teachinglearning of Down students is still precarious, even though the Brazilian Law on inclusion of the disabled person is recent. Although inclusive education is politically effective, it is necessary to implement humanization toward these students. It is concluded that the professionals who work in the libraries researched, develop actions to encourage reading, but find difficulties in establishing relationships with Down students, limiting the learning process. He affirms that the library is the right place for socialization, because in it readers can dream and imagine a world different from what they experience, and from this change their perspective and feel included. It is suggested the need to conduct training courses so that these professionals can use the games and resources available in the library to students with intellectual disabilities.
Palavras-chave: Biblioteca escolar
Biblioteca inclusiva
Bibliotecária-escolar
Síndrome down
Ensino-aprendizagem
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Nome do curso: Biblioteconomia (RG)
Citação: FARIA, Keyla Rosa de. Biblioteca escolar no processo de ensino-aprendizagem da/o estudante com Síndrome de Down. 2017. 104 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Informação e Comunicação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13265
Data de publicação: 10-Out-2017
Aparece nas coleções:FIC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Biblioteconomia - Keila Rosa de Faria - 2017.pdf833,91 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.