Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13292
Tipo do documento: Artigo
Título: Da dominação colonial à colonialidade do saber: efeitos do determinismo ecológico dual sobre a formação social no Brasil
Título(s) alternativo(s): From colonial domination to coloniality of the know: effects of ecological determinism dual in the Brazil
Autor: Loiola, Sérgio Almeida
Cardoso, Ludimila Stival
Araújo, Alexandre Martins
Nazareno, Elias
Resumo: Este artigo estabelece reflexões acerca dos efeitos do determinismo ecológico dual sobre a formação social brasileira. Realizada a partir de fontes bibliográficas, a pesquisa funda-se no olhar crítico do pensamento pós-colonial, na semiosis colonial e na perspectiva da interação sociedade-natureza da Historia Ambiental, a fim de desconstruir os signos de dominação disseminados na representação dual da natureza no Brasil. Desde o período colonial a representação de natureza ocorreu numa perspectiva dual: paraíso provedor de riquezas, e/ou fator limitante à sociedade; ambas representações tributárias do determinismo ecológico, fundado, sobretudo, na ideia aristotélica dos trópicos como fator limitante às sociedades e na Teoria do degeneracionismo. Esse dualismo originou-se a partir da visão utilitarista e externalizada da relação sociedade-natureza durante o processo de dominação colonial. Influenciou a construção do ―ser brasileiro‖, já que as identidades do povo brasileiro estiveram associadas a noção de selvagem, florestas, meio ecológico e riquezas naturais, operando no modo como o brasileiro se vê, e é visto. Os resultados expõem que, se antes os signos da dominação colonial travestidos de ―destino ecológico‖ eram externos, no presente encontram-se internalizados na mídia, literatura, ciência e na política, oferecendo barreira mental para a identificação das potencialidades e limites do meio ecológico, bem como o desenvolvimento de uma sociedade com elevada sustentabilidade.
Abstract: This article contains reflections on the effects of the dual ecological determinism on the Brazilian social formation. Elaborate from literature sources, the research is based on the critical eye of the postcolonial thought, colonial semiosis, as in society-nature perspective of Environmental History, it proposes to deconstruct the foundations of domination in the dual representation of nature in Brazil. Since the colonial period the representation of nature in Brazil occurred in a dual perspective: provider haven of wealth, and/or limiting factor to society; both representations are tributaries of ecological determinism, founded mainly on the Aristotelian idea of the tropics as a limiting factor to societies, and in the Theory of the degeneration. This dualism originated from the utilitarian and externalized view of the society-nature during the process of colonial domination. Influenced the construction of the "Brazilian be‖, since the identities of the Brazilian people were associated with the notion of wild forests, ecological environment and natural resources, operating in the way the Brazilian sees himself, and is seen. The results explain that, if before the signs of colonial domination disguised as "green destination" were external, in this are internalized in the media, literature, science and politics, offering mental barrier to the identification of the potential and limits of ecological environment, as well as the development of a society with high sustainability.
Palavras-chave: Representação da natureza
História ambiental
Dominação
Semiosis colonial
Colonialidade
Representation of nature
Domination
Colonial semiosis
Environmental history
Coloniality
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de História - FH (RG)
Citação: LOIOLA, Sérgio Almeida; CARDOSO, Ludimila Stival; ARAÚJO, Alexandre Martins; NAZARENO, Elias. Da dominação colonial à colonialidade do saber: efeitos do determinismo ecológico dual sobre a formação social no Brasil. RA'E GA: o espaço geográfico em análise, Curitiba, v. 35, p. 38-67, dez. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5380/raega.v35i0.38075
Identificador do documento: 10.5380/raega.v35i0.38075
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13292
Data de publicação: Dez-2015
Aparece nas coleções:FH - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Sérgio Almeida Loiola - 2015.pdf644,23 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons