Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13335
Tipo do documento: Artigo
Título: Diagnóstico da produção de cachaça na região de Orizona, estado de Goiás, Brasil
Título(s) alternativo(s): Diagnosis of “cachaça” production in the Orizona region, Goiás state,Brazil
Autor: Caliari, Márcio Costa
Soares Júnior, Manoel Soares
Viana, Letícia Fleury
Naves, Ronaldo Veloso
Chaves, Lázaro José
Souza, Cleonice Borges de
Resumo: O objetivo deste trabalho foi diagnosticar aspectos relevantes da produção de cachaça, assim como avaliar características físicoquímicas de cachaça branca e envelhecida, produzidas na região de Orizona, Goiás. Para coleta de dados, foram utilizadas técnicas de investigação qualitativas (entrevistas e observação assistemática) e quantitativas (aplicação de questionário estruturado). Foram coletadas trinta e quatro diferentes amostras de cachaça da safra 2004, sendo trinta amostras de cachaça branca e quatro envelhecidas em tonéis de carvalho, nos vinte e um alambiques visitados. Analisouse o grau alcoólico, extrato seco e acidez volátil, segundo metodologia recomendada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil. Apesar da tradição, entre os produtores de Orizona (GO) existem diferenças marcantes, quanto aos níveis socioeconômico e tecnológico. Dentre as aguardentes brancas, 23,3% das amostras apresentaram-se fora dos padrões estabelecidos na legislação brasileira, em relação a extrato seco e grau alcoólico, e 75,0% das amostras envelhecidas encontraram-se fora dos padrões, em relação ao grau alcoólico, indicando a falta de aplicação de instrumentos de controle do processo, por parte dos produtores. Os produtores poderiam utilizar técnicas simples para melhorar o controle do processo produtivo e, com isso, a qualidade da cachaça.
Abstract: The aim of this work was to diagnose relevant aspects of the “cachaça” production and assess physical and chemical characteristics of white and aged “cachaça” produced in the region of Orizona, State of Goiás, Brazil. Qualitative research techniques (interviews and non-systematic observations) and quantitative (application of structured questionnaire) were used for data collection. Twenty-one alembics were visited and thirtyfour samples of “cachaça”, from the 2004 harvest, were collected, being thirty samples of white “cachaça” and four aged in oak cask. Alcohol, dry extract, and volatile acidity were determined, according to Brazilian standards. Despite the tradition, there are marked differences on the socioeconomic and technological levels among Orizona producers. Among white spirits, 23.3% of the samples were below the quality control standards established by the Brazilian legislation, regarding dry extract and alcohol, and 75.0% of the aged samples were below the quality control standards, as related to alcohol, indicating a lack of control of the process by producers. Producers could use simple techniques to improve production control and production processes and, thereby, the “cachaça” quality.
Palavras-chave: Cana-de-açúcar
Bebida
Processamento
Qualidade
Sugar cane
Beverages
Processing quality
País: Brasil
Instituição: João Gaspar Farias
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: CALIARI, Márcio; SOARES JÚNIOR, Manoel Soares; VIANA, Letícia Fleury; NAVES, Ronaldo Veloso; CHAVES, Lázaro José; SOUZA, Cleonice Borges de. Diagnóstico da produção de cachaça na região de Orizona, estado de Goiás, Brasil. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 39, n. 1, p. 61-71, jan./mar. 2009. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/pat/article/view/4116/4532>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13335
Data de publicação: Mar-2009
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Márcio Caliari - 2009.pdf278,42 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons