Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13743
Tipo do documento: Artigo
Título: Qualidade da água de irrigação na cultura do tomate de mesa no município de Goianápolis-GO
Título(s) alternativo(s): Irrigation water quality in the culture of tomato table county in Goianápolis-GO
Autor: Borges, Sandriane Araújo
Cunha, Ananda Helena Nunes
Silva, Sandra Máscimo da Costa e
Vieira, Jonas Alves
Nascimento, Abadia dos Reis
Resumo: O objetivo deste trabalho foi analisar as variáveis físico-químicas da qualidade da água para a irrigação na cultura do tomate de mesa no município de Goianápolis – GO. Foram georreferenciados cinco pontos para coleta de água, feitas nos meses de janeiro, março e maio de 2012. As análises químicas foram conduzidas na Unidade Universitária de Ciências Exatas e Tecnológicas – UnUCET da Universidade Estadual de Goiás, Anápolis – GO, sendo avaliadas sob os seguintes aspectos: oxigênio dissolvido, pH, ferro, turbidez, cálcio, magnésio, condutividade elétrica e sódio. Concluiu-se que a qualidade da água dos pontos avaliados foram classificadas como água de Classe 2. O nível de oxigênio apresentou diferenças entre a época chuvosa e estiagem. O pH sofreu pequena variação, porém os valores encontrados permaneceram dentro dos limites estabelecidos para fins de irrigação (6,33 a 6,82). Os teores de ferro (0,08 a 0,10 mg L -1 ) atendem aos padrões permitidos e, o risco de entupimento dos emissores pela irrigação nas propriedades avaliadas é reduzido. A turbidez da água foi alta no começo das chuvas (193 NTU), e diminuiu com a estabilidade do período chuvoso (7,35 NTU). A avaliação de condutividade elétrica (0,07 a 0,08 dS m -1 ), cálcio (13,64 a 18,28 mg L -1 ) e magnésio (2,56 a 8,19 mg L -1 ) demonstraram que alguns valores ficaram acima do permitido, mas não prejudicou a produção de tomate de mesa. Valores de sódio estão dentro dos limites, não ocorrendo problemas de salinidade no solo. Os resultados demonstram que é viável à irrigação de tomate de mesa utilizando as águas avaliadas Palavras-chave: qualidade da água; sistemas de irrigação; tomate de mesa.
Abstract: The objective of this study was to analyze the physico-chemical variables of water quality for irrigation in the cultivation of tomato in the city of Goianápolis - GO. Five points were georeferenced to collect water, made in January, March and May 2012. Chemical analysis was conducted at the University Unit for Science and Technology - UnUCET State University of Goiás - UEG, Anápolis - GO and evaluated under the following aspects: dissolved oxygen, pH, iron, turbidity, calcium, magnesium, electrical conductivity and sodium. It was concluded that the water quality of the measured points are classified as Class 2 water. The oxygen level was different in the rainy season to dry. The pH had a small variation, but the values found were within the limits set for irrigation purposes (6,33 to 6,82). The iron concentration (0.08 to 0.10 mgL -1 ) meet the Standards allowed, the risk of clogging irrigation emitters by the evaluated propertiesis reduced. The water turbidity was high at the beginning of the rains (193 NTU), most of the collections over the water was cleaner (7,35 NTU). The evaluation of electrical conductivity (0,07 to 0,08 dS. m -1 ), calcium (13,64 to 18,28 mg L -1 ) and magnesium (2,56 to 8,19 mg L -1 ) demonstrated that some values were higher than allowed, but not hurt production in tomato. Sodium values are within the limits, no problems occurringin soil salinity. The results demonstrate that it is feasible to irrigation in tomato using water assessed.
Palavras-chave: Qualidade da água
Tomate de mesa
Sistemas de irrigação
Water quality
Irrigation systems
Tomato
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e de Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: BORGES, Sandriane Araújo; CUNHA, Ananda Helena Nunes; SILVA, Sandra Máscimo da Costa e; VIEIRA, Jonas Alves; NASCIMENTO, Abadia dos Reis. Qualidade da água de irrigação na cultura do tomate de mesa no município de Goianápolis-GO. Multi-Science Journal, Urutaí, v. 1, n. 2, p. 74-82, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13743
Data de publicação: 2015
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Sandriane Araújo Borges - 2015.pdf655,92 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons