Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13890
Tipo do documento: Artigo
Título: Tecnologias para produção de mudas de rosa do deserto (Adenium obesum)
Título(s) alternativo(s): Technologies for production of seedlings of desert rose (Adenium obesum)
Autor: Santos, Marivone Moreira dos
Costa, Rommel Bernardes da
Cunha, Patrícia Pinheiro
Seleguini, Alexander
Resumo: A rosa-do-deserto (Adenium obesum Balf.) é uma planta herbácea, suculenta da família Apocynaceae, tem como centro de origem o Sul da África e a Península Arábica. Apresenta morfologicamente um espessamento do colo e sistema radicular, adaptação esta ligada ao armazenamento de água e nutrientes, o que garante a sua sobrevivência em locais áridos. No Brasil, recentemente a rosa-do-deserto tem sido demandada por floricultores e paisagistas devido ao seu alto valor ornamental, entretanto, não existem técnicas e informações agronômicas que possam dar suporte a um sistema de produção comercial. Neste sentido, objetivou avaliar a influência de temperaturas, umidades na germinação, vigor de plântulas e substratos no desenvolvimento das mudas em vasos. Os testes foram realizados em laboratório e telado. Avaliou-se índice de germinação, Índice de Velocidade de Germinação (IVG), vigor de plântulas e substratos para desenvolvimento das mudas. Verificou-se efeito não significativo da interação entre os dois fatores (Temperatura x Umidade). O teste de germinação a temperatura de 25oC foi mais eficiente, proporcionando maior índice de germinação (85%) e maior IVG (3,55). A germinação não foi influenciada pelo aumento da umidade, entretanto o IVG e o vigor das plântulas avaliadas aumentaram significativamente. Os substratos que melhor contribuíram para o desenvolvimento das mudas foram os referentes aos tratamentos 3 (50% Areia + 25 % Solo + 25 % Substrato comercial + Adubo) e 6 (50% Solo de mata virgem+ 50 % Substrato comercial+ Adubo).
Abstract: The desert rose (Adenium obesum Balf.) Isa herbaceous, succulent plant family Apocynaceae, is the center of origin South Africa and the Arabian Peninsula. Morphological features a thickening of the neck and root system, adaptation is connected to the storage of water and nutrients, which ensures their survival in arid locations. In Brazil, the recently pink-the-desert has been demanded by growers and landscapers due to its high ornamental value, however, there is no technical and agronomic information that could support a commercial production system. In this sense, to assess the influence of temperature, humidity on germination, seedling vigor and substrates in the development of seedlings in pots. Tests were conducted in the laboratory and greenhouse. We assessed germination rate, germination speed index (GSI), seedling vigor and substrates for seedling development. There was no significant interaction between the two factors (temperature x humidity). The temperature 25°C, germination was more efficient, providing higher germination rate (85%) and higher GSI (3.55). Germination was not influenced by increased humidity, though the IVG and vigor of seedlings evaluated increased significantly. Substrates that best contributed to the development of the seedlings were related to treatment 3 (50% sand + 25% + 25% commercial soil substrate + fertilizer) and 6 (50% virgen forest soil + 50% commercial substrate + fertilizer).
Palavras-chave: Apocynaceau
Substrato
Vigor de plântulas
Apocynaceae
Seedling
Vigor
Substrate
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia e de Engenharia de Alimentos - EAEA (RG)
Citação: SANTOS, Marivone Moreira dos; COSTA, Rommel Bernardes da; CUNHA, Patrícia Pinheiro; SELEGUINI, Alexsander. Tecnologias para produção de mudas de rosa do deserto. Multi Science Journal, Urutaí, v. 1, n. 3, p. 79-82, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/13890
Data de publicação: 2015
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Marivone Moreira dos Santos - 2015.pdf486,91 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons