Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14048
Tipo do documento: Artigo
Título: Fragmentação da cobertura vegetal e estado das áreas de preservação permanente de canais de drenagem no município de Mineiros, estado de Goiás
Título(s) alternativo(s): Fragmentation of natural cover and the state of permanent preserved areas of drainage channels at Mineiros, Goiás state, Brazil
Autor: Ponciano, Tássia Andrielle
Faria, Karla Maria Silva de
Siqueira, Mariana Nascimento
Castro, Selma Simões de
Resumo: A expressiva ocupação do Cerrado nas últimas quatro décadas trouxe consigo muitos impactos para o bioma, sendo a fragmentação da paisagem indicada como uma das principais responsáveis pela sua perda de biodiversidade. Diversas pesquisas na região da alta bacia do rio Araguaia, adotando imagens de satélite de média resolução, já foram realizadas e constataram impactos distintos como erosão, assoreamento e fragmentação, inclusive das áreas de preservação permanente. Tais impactos foram associados à implementação de políticas públicas desenvolvimentistas, sobretudo o POLOCENTRO, que, dentre outras ações, incorporou o Cerrado ao sistema produtivo nacional, a partir da década de 1970. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi o de identificar e caracterizar a tipologia da vegetação remanescente de Cerrado, no setor sul da alta bacia do rio Araguaia, no recorte municipal de Mineiros (GO), enfatizando o estado de fragmentação e de conservação das Áreas de Preservação Permanente (APP’s) associadas aos canais de drenagem, com imagens de alta resolução. Os resultados apontaram que a área já apresenta, como atividade predominante, a monocultura de cana de açúcar. Quanto aos remanescentes que se encontravam em desacordo com o antigo código florestal, estes já se encontram em conformidade com a atual legislação (Lei 12.651/12). Os mapeamentos e análises, em nível de detalhe, não confirmaram o padrão de elevada fragmentação diagnosticado anteriormente em média resolução. No entanto, as APP’s estão ameaçadas pelo uso intensivo de seu entorno, necessitando, portanto, de mecanismos de conservação.
Abstract: The significant occupation of the Cerrado in the last four decades has brought many impacts to the biome, and the landscape fragmentation is seen as one of the main contributors to the loss of biodiversity. Several studies in the Upper River Araguaia Basin, adopting medium resolution satellite images have been performed and found different impacts such as erosion, siltation and fragmentation, including the areas of permanent preservation. Such impacts were associated with the implementation of developmental public policies, especially Polocentro, which, among other actions, incorporated the Cerrado to the national productive system from the decade of 1970 onwards. In this context, the aim of this study was to identify and characterize the typology of remnant Cerrado vegetation in the southern portion of the Upper Araguaia River Basin in the municipal Mineiros area (GO), emphasizing the state of fragmentation and conservation of Permanent Preserved Areas (PPAs), associated with drainage channels, with high resolution images. The results showed that the area already holds the sugarcane monoculture as its main activity. However, regarding the remnant that was at odds with the old Forest Code, it is currently in accordance with current legislation (Law 12.651/12). The mapping and analysis at detail did not corroborate the pattern of high fragmentation diagnosed previously in medium resolution. Nevertheless, the PPAs are threatened by intensive use of their surroundings, thus requiring conservation mechanisms.
Palavras-chave: Áreas de preservação permanente
Alta bacia do rio Araguaia
Fragmentação da paisagem
RapidEye
Permanent preserved areas
Upper Araguaia River basin
Landscape fragmentation
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Citação: PONCIANO, Tássia Andrielle; FARIA, Karla Maria; SIQUEIRA, Mariana Nascimento; CASTRO, Selma Simões de. Fragmentação da cobertura vegetal e estado das áreas de preservação permanente de canais de drenagem no município de Mineiros, estado de Goiás. Ambiência, Guarapuava , v. 11, n. 3, p. 545-561, set./dez. 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5935/ambiencia.2015.03.03
Identificador do documento: 10.5935/ambiencia.2015.03.03
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14048
Data de publicação: Dez-2015
Aparece nas coleções:IESA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Tássia Andrielle Ponciano - 2015.pdf1,7 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons