Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14148
Tipo do documento: TCC
Título: Preconceitos de literatura na telenovela: um estudo sobre Avenida Brasil
Autor: Araújo, Vitor Paiva Machado Martins de
Primeiro orientador: Santos, Andrea Pereira dos
Primeiro membro da banca: Santos, Andrea Pereira dos
Gomes, Suely Henrique de Aquino
Resumo: Trata de um estudo sobre leitura e mídia, cujo objeto se estabelece nos preconceitos de leitura presentes na telenovela brasileira. A questão central preocupa-se com a distribuição da referida prática entre os núcleos de suas dramaturgias, na hipótese de que existe uma construção restritiva, elitista e antidemocrática pela qual os preconceitos são reforçados à medida que se privilegia determinado suporte nas manifestações culturais dissonantes entre o “núcleo rico” e o “núcleo pobre”. Para que a análise seja sustentada, escolhe-se a novela Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro, transmitida pela Rede Globo entre 26 de março a 19 de outubro de 2012, considerando a audiência como critério metodológico. Apontam-se as cenas em que a leitura é retratada, identificam-se os preconceitos por dentro dos pressupostos teóricos e reconhece-se na circunstância ficcional o perfil do leitor. Justifica-se na desmistificação do conceito de leitura atrelado a suportes fixos e textos específicos, mas principalmente pelo encorajamento às diversas práticas desse universo plural. Utiliza-se da Análise de Conteúdo como método para verificação fundamentado na adequação do objetivo proposto, pesquisa esta classificada como básica, qualitativa e exploratória. Apresentam-se aspectos teórico-conceituais e evolutivos sobre leitura e telenovela; descreve-se a metodologia em suas dimensões práticas; expõem-se os dados, reflete-se o que foi exposto e indicam-se resultados de que a televisão configura um aparelho ideológico que reforça a violência simbólica ao disseminar uma ideia estereotipada de cultura como inerente às classes dominantes. Confirmam-se as suposições iniciais ao perceber a discrepância das práticas de leitura do “núcleo rico” para o “núcleo pobre”, já que existe um distanciamento de ordem social entre eles. Sugere, por fim, contribuições ao tema e continuidade à investigação
Abstract: Trata de um estudo sobre leitura e mídia, cujo objeto se estabelece nos preconceitos de leitura presentes na telenovela brasileira. A questão central preocupa-se com a distribuição da referida prática entre os núcleos de suas dramaturgias, na hipótese de que existe uma construção restritiva, elitista e antidemocrática pela qual os preconceitos são reforçados à medida que se privilegia determinado suporte nas manifestações culturais dissonantes entre o “núcleo rico” e o “núcleo pobre”. Para que a análise seja sustentada, escolhe-se a novela Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro, transmitida pela Rede Globo entre 26 de março a 19 de outubro de 2012, considerando a audiência como critério metodológico. Apontam-se as cenas em que a leitura é retratada, identificam-se os preconceitos por dentro dos pressupostos teóricos e reconhece-se na circunstância ficcional o perfil do leitor. Justifica-se na desmistificação do conceito de leitura atrelado a suportes fixos e textos específicos, mas principalmente pelo encorajamento às diversas práticas desse universo plural. Utiliza-se da Análise de Conteúdo como método para verificação fundamentado na adequação do objetivo proposto, pesquisa esta classificada como básica, qualitativa e exploratória. Apresentam-se aspectos teórico-conceituais e evolutivos sobre leitura e telenovela; descreve-se a metodologia em suas dimensões práticas; expõem-se os dados, reflete-se o que foi exposto e indicam-se resultados de que a televisão configura um aparelho ideológico que reforça a violência simbólica ao disseminar uma ideia estereotipada de cultura como inerente às classes dominantes. Confirmam-se as suposições iniciais ao perceber a discrepância das práticas de leitura do “núcleo rico” para o “núcleo pobre”, já que existe um distanciamento de ordem social entre eles. Sugere, por fim, contribuições ao tema e continuidade à investigação.
Palavras-chave: Leitura-preconceitos
Leitura-telenovela
Avenida Brasil
Mídia-cultura
Análise de conteúdo
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG )
Nome do curso: Biblioteconomia (RG )
Citação: ARAÚJO, Vitor Paiva Machado Martins de Araújo. Preconceitos de leitura na telenovela: um estudo sobre Avenida Brasil. 2017. 97 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Informação e Comunicação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14148
Data de publicação: 2017
Aparece nas coleções:FIC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Biblioteconomia - Vitor Paiva Machado Martins de Araújo - 2017.pdf1,49 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.