Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14265
Tipo do documento: Artigo
Título: Algumas considerações morfoestruturais na região de Goiás-GO
Autor: Casseti, Valter
Resumo: A área em questão acha-se caracterizada por três compartimentos morfoestruturais distintos: o "hog-back" da Serra Dourada; as cristas isoclinais ou monoclinais quartiziticas da Serra do Cantagalo e o setor intermontano, ponteado de inselbergs. Nos dois primeiros compartimentos, a erosão diferencial encontra­se orientada pelas implicações estruturais, enquanto no ultimo, as evidencias paleoclimáticas individualizam um enclave de efeitos morfodinâmicos agressivos. Também são constatados três níveis de aplainamentos distintos: o primeiro, correspondente á superfície de cimeira (ciclo Sul Americano, 1.000-1.100 m), cujos remanescentes seccionam os quartzitos micáceos da cornija estrutural da Serra Dourada; o segundo, relativo ã superfície intermontana (ciclo Velhas, 700-800 m), cujo domínio local aparece na seção meridional da Serra Dourada; e o ultimo, corresponde a área intra-serrana, cuja superfície (pleistocênica, 400-450 m) acha-se recoberta por detritos grosseiros, interrompida muitas vezes pela presença de paleoinselbergs. Evidencia-se uma vinculação direta das formações vegetais com a estrutura superficial, onde os depósitos antigos, e mesmo quaternários, relacionados aos fenômenos de pediplanação e pedimentação, respondem pela presença de vegetação xeromórfica, enquanto nas áreas dissecadas pelos efeitos morfoclimáticos sub-atuais, aparecem formações florestais ou matas ciliares.
Abstract: The area at issue, is characterized by three different morphostrutural compartments: the hog-back of Serra Dourada; the quartzitic isoclinal or monoclinal crests of Serra do Cantagalo and the sector intermontane dotted of inselbergs. ln the first two compartments, the differential erosion is orienteci by structural implications, whi1e in the last, the paleoclimatic evidences individualize a refuge of aggressive morphodynamic effects. Theree levels of different levelling are also verified: the first corresponding to the top surface (South Arnerican cycle, 1.000-1.100 m), where remanescents divide the quartzits in micaceous sections of strutural cornice of Serra Dourada; the second is connected with the intermontane surface (velhas cycle, 700-700 m), whose local domination appear in the meridional sec tion of Serra Dourada; and the last, corresponding to the intra-mountrain area, whose pleistocenic surface, (400-450 m) is covered or rudes debris, often in terrupted by the presence of paleoinselbergs. A direct connection of the vegetables forrnation with a superficial structure is evident, where the old sediments, and even quaternary, are conected to the phenomenon of pediplanation, is responsible by the presence of xero morphic vegetation whereas in areas dissected by morohoclimatic effets under­present, appear forest formations or or ciliary woods.
País: Brasil
Instituição: Antônio Teixeira Neto
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Citação: CASSETI, Valter. Algumas considerações morfoestruturais na região de Goiás-GO. Boletim Goiano de Geografia, Goiânia, v. 4/6, n. 1/2, p. 1-12, jan./dez. 1984/86. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/bgg/article/view/4406/3847>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5216/bgg.v4i1.4406
Identificador do documento: 10.5216/bgg.v4i1.4406
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14265
Data de publicação: Dez-1986
Aparece nas coleções:IESA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Valter casseti - 1984/86.pdf710,93 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons