Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14421
Tipo do documento: Artigo
Título: Ion input via rainfall in the southwestern region of Rio Grande do Sul, Brazil
Título(s) alternativo(s): Aporte de íons via água da chuva na região sudoeste do Rio Grande do Sul, Brasil
Autor: Calil, Francine Neves
Schumacher, Mauro Valdir
Witschoreck, Rudi
Lopes, Vicente Guilherme
Viera, Márcio
Liberalesso, Edenilson
Resumo: Ion input via rainfall alone and after interception by the forest canopy, constitutes an important path of biochemical cycling, although few studies have provided information on the subject so far. The objective of this work is to quantify ion inputs, via rainfall, in the southwestern region of Rio Grande do Sul state, Brazil. Ten rain gauges were mounted in a field area. The quantification of stored water volume, along with sample collection for determination of nitrate, nitrite, ammonium, phosphorus, sulfur, chlorine, calcium, magnesium, potassium and sodium contents, was done fortnightly from September 2006 to August 2008. Local annual average precipitation in the relevant period was 1,588.3 mm. The concentration of chemical elements in rainwater was found to vary throughout, being inversely correlated with the increase in rainfall, while potassium, ammonium, phosphate, sulfate, chloride and sodium were found to have a significant mutual correlation (p <0.01). Based on the annual amount of nutrient input via rainwater, it can be inferred that rainfall is an important source of chemical element input into the forest system.
Abstract: O aporte de íons da precipitação pluviométrica isolada e também após passagem pelas copas das árvores, constitui uma importante via da ciclagem bioquímica; entretanto ainda são poucos os estudos que disponibilizam este tipo de resultado. Objetivou- se, neste estudo, quantificar a entrada de íons, via precipitação pluviométrica, na região Nordeste do Rio Grande do Sul, Brasil. Em uma área de campo, instalou-se 10 pluviômetros. A quantificação do volume de água armazenado, bem como a coleta de amostras para determinação de nitrato, nitrito, amônio, fósforo, enxofre, cloro, cálcio, magnésio, potássio e sódio foram realizadas quinzenalmente de setembro de 2006 a agosto de 2008. A precipitação média anual ocorrida no período foi de 1.588,3 mm. A concentração dos elementos químicos na água da chuva apresentou-se variável durante o período de estudo, com correlação inversa ao aumento da pluviosidade, sendo que o potássio, amônio, fosfato, sulfato, cloreto e sódio apresentaram correlação significativa mútua (p < 0,01). Com base na quantidade anual de aporte de nutrientes pela água da chuva, pode-se inferir que a pluviosidade é uma importante fonte de entrada de elementos químicos no sistema.
Palavras-chave: Rainfall
Atmospheric deposition
Chemical elements
Pluviosidade
Elementos químicos
Deposição atmosférica
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia - EA (RG)
Citação: CALIL, Francine Neves; SCHUMACHER, Mauro Valdir; WITSCHORECK, Rudi; LOPES, Vicente Guilherme; VIERA, Márcio; LIBERALESSO, Edenilson. Ion input via rainfall in the southwestern region of Rio Grande do Sul, Brazil. CERNE, Lavras, v. 16, n. 3, p. 373-380, Jul./Sept. 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0104-77602010000300013
Identificador do documento: 10.1590/S0104-77602010000300013
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14421
Data de publicação: Set-2010
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Francine Neves Calil - 2010.pdf905,48 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons