Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14461
Tipo do documento: Artigo
Título: Manejo da irrigação no feijoeiro cultivado em plantio direto
Título(s) alternativo(s): Irrigation management in bean crop cultivated in no-tillage system
Autor: Cunha, Paulo César Ribeiro da
Silveira, Pedro Marques da
Nascimento, Jorge Luiz do
Alves Júnior, José
Resumo: Este trabalho foi desenvolvido com objetivo de se avaliar três formas de manejar a irrigação do feijoeiro. A cultivar de feijão preto BRS Supremo foi submetida ao manejo da irrigação por tensiometria, tanque Classe A e Penman-Monteith. Avaliaram-se a produtividade de grãos, número de vagens por planta, número de grãos por vagem, massa de 100 grãos, altura da planta, lâmina total e eficiência de uso da água. O método do tanque propiciou a maior lâmina acumulada e a maior frequência de irrigação. A lâmina total estimada por tensiometria foi 29,7 e 17,8% menor que a estimada pelos métodos do tanque e de Penman-Monteith, respectivamente. Houve diferenças significativas quanto à produtividade de grãos, número de grãos por vagem e altura da planta. O método do tanque propiciou a obtenção de maiores produtividades enquanto o método da tensiometria levou à economia de água de irrigação ocorrendo, no entanto, redução da produtividade. Plantas de feijoeiro submetidas a déficit hídrico de 21 e 37%, respectivamente, nas fases vegetativa e reprodutiva tiveram sua produtividade reduzida em 29%. Déficit hídrico de 22% na fase reprodutiva reduziu a produtividade do feijoeiro em 15%. Não foram observadas diferenças significativas na eficiência do uso da água.
Abstract: The objective of this research was to evaluate three methods of irrigation management in the bean crop. The variety of black bean BRS Supremo was submitted to irrigation management by tensiometry, Class A pan method, and Penman-Monteith. The productivity of grains, number of grains per plant, grains per berry, weight of 100 grains, height of plants, total water depth and water use efficiency were evaluated. The method of the Class A pan promoted the largest accumulated water depth and the largest irrigation frequency. The tensiometry underestimated in 29.7 and 17.8% the total water depth estimated by the Class A pan method, and Penman-Monteith, respectively. The results demonstrated that there were significant differences for the productivity of grains, number of grains per berry and height of plants. The Class A pan method favored larger productivities, while the tensiometry took the economy of irrigation water, having, however, reduction of the productivity. Bean plants subjected to water deficit of 21 and 37%, respectively, in the vegetative and reproductive stages, have their productivity reduced by 29%. Water deficit of 22% in the reproductive stage reduces the productivity by 15%. There were no significant differences in the water use efficiency.
Palavras-chave: Haseolus vulgaris L.
Penman-Monteith
Necessidades hídricas
Tanque Classe A
Phaseolus vulgaris L.,
Penman-Monteith method
Water requirement
Class A pan
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia - EA (RG)
Citação: CUNHA, Paulo C. R. da; SILVEIRA, Pedro M. da; NASCIMENTO, Jorge L. do; ALVES JÚNIOR, José. Manejo da irrigação no feijoeiro cultivado em plantio direto. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 17, n. 7, p. 735-742, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14461
Data de publicação: 2013
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Paulo César Ribeiro da Cunha - 2013.pdf923,45 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons