Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/1461
Tipo do documento: Other
Título: A percepção do microempreendedor individual no estado de Goiás após a formalização da empresa sobre o ponto de vista econômico-financeiro
Autor: Silva, Jessika Fernandes
Resumo: A Lei Complementar n° 128/2008 instituiu a figura do microempreendedor individual (MEI) com a intenção de reduzir a enorme informalidade existente no Brasil. Ela abrange quase quinhentas atividades e contempla aqueles empresários que faturam até sessenta mil reais por ano. No Estado de Goiás já são mais de cem mil formalizações. O objetivo desta pesquisa foi identificar se os microempreendedores individuais do Estado de Goiás perceberam benefícios econômico-financeiros em função da formalização de seus negócios. A amostra foi composta por 109 microempreendedores individuais, estes responderam um questionário aplicado nos meses de março a maio de 2013, no Balcão de atendimento do SEBRAE Goiás. Para análise dos dados foram utilizadas a Análise de Correspondência (ANACOR) e a Análise de Homogeneidade (HOMALS) que estudam a relação de interdependência entre variáveis qualitativas. Através dos dados obtidos chegou-se a conclusão que os microempreendedores individuais do Estado de Goiás percebem melhoras em seus indicadores econômico-financeiros após a formalização.
Palavras-chave: Microempreendedor individual
Benefícios econômico-financeiros
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/1461
Data de publicação: 18-Out-2013
Aparece nas coleções:FACE - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maira Jessika Fernandes Silva.pdf2,39 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.