Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14803
Tipo do documento: Artigo
Título: A coerção em Kant e Kelsen - um estudo preliminar
Autor: Heck, José Nicolau
Silva, Sidnei Alves
Resumo: A concepção kantiana do direito e a teoria pura do direito de Kelsen se destacam pela racionalidade com que a respectiva posição normativa é concebida e articulada. A presente contribuição examina o peso teórico que a coercibilidade jurídica adquire em ambas as ciências do direito. O artigo objetiva estabelecer as fronteiras programáticas entre o fonnalismo jurídico dos dois filósofos do direito.
Abstract: Kant's conception of Right and Kelsen's pure theory of Right detach themselves because ofthe rationality with which each normative position is conceived and articulated. Toe present contribution examines the theoretical weight that the jurídica! coerciveness acquired in both theories of Right. Toe article wants to establish the progranimatic frontiers between the juridical formalism of both philosophers ofRight.
Palavras-chave: Direito racional
Direito positivo
Teoria pura do direito
Kant
Kelsen
Rational right
Positive right
Pure theory of right
País: Brasil
Instituição: Adriano Naves de Brito
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Filosofia - FAFIL (RG)
Citação: HECK, José N; SILVA, Sidnei A. da. A coerção em Kant e Kelsen - um estudo preliminar. Philósophos Philósophos, Goiânia, v. 5, n. 1, p. 95-118, jan./jun. 2000. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/philosophos/article/view/11327/7447>.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5216/phi.v5i1.11327
Identificador do documento: 10.5216/phi.v5i1.11327
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14803
Data de publicação: Jun-2000
Aparece nas coleções:FAFIL - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - José Nicolau Heck - 2000.pdf893,09 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons