Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14925
Tipo do documento: Artigo
Título: Caracterização fisiológica de isolados de Corynespora cassiicola
Título(s) alternativo(s): Physiological characterization of Corynespora cassiicola isolates
Autor: Teramoto, Adriana
Parisi, Marise Cagnin Martins
Cunha, Marcos Gomes da
Resumo: Corynespora cassiicola, agente causal da mancha alvo, causa prejuízos econômicos em diversas culturas. Como a disponibilidade de protocolos padronizados para a produção de inóculo facilitam a condução de testes de patogenicidade, os objetivos deste trabalho foram analisar o crescimento micelial em diferentes temperaturas; avaliar o crescimento micelial e a esporulação de isolados obtidos de diferentes hospedeiros em diferentes regimes de luz; avaliar o efeito da duração de umidade contínua para a máxima germinação dos esporos in vitro e a patogenicidade de sete isolados de C. cassiicola em diversos hospedeiros. As temperaturas para o maior crescimento micelial variaram de 23,3 a 29,5oC; o crescimento de oito isolados foi indiferente aos regimes de luz, enquanto os outros seis foram mais influenciados pelo escuro contínuo; a maioria dos isolados esporulou mais sob luz contínua; cinco a vinte horas de umidade contínua foi a variação de tempo para que 85% dos esporos germinassem; quanto à patogenicidade, foi observado que o algodoeiro, o meloeiro e o pepineiro foram os hospedeiros mais suscetíveis, e menos suscetíveis, o tomateiro, aceroleira e o cafeeiro. Para produção massal de inóculo de C. cassiicola recomenda-se utilizar a temperatura de 25oC sob luz contínua.
Abstract: Corynespora cassiicola is the causal agent of target spot on several crops of economic importance. Since the availability of standardized protocols for inoculum production makes the conduction of patogenicity tests easier, the objectives of this work were to evaluate the mycelial growth under different temperatures, to evaluate the mycelial growth and spore production under different photoperiods for isolates obtained from different hosts, to evaluate the effect of continuous humidity on spore germination, and the pathogenicity of seven isolates of C. cassiicola on several hosts. Temperatures between 23,3 and 29,5oC allowed the best growth of the isolates. The growth of eight isolates did not respond to the photoperiods used whereas six isolates were sensitive to the dark. The best sporulation for the majority of isolates was under continuous light. Five to twenty hours of continuous humidity were enough for 85% of the spores to germinate. As for pathogenicity, cotton, melon and cucumber were the most susceptible hosts, while tomato, coffee and Antilles cherry were the least susceptible. For massal production of C. cassiicola inoculum, a temperature of 25oC under continual light is recommended.
Palavras-chave: Esporulação
Patogenicidade
Fotoperíodo
Inoculação cruzada
Germinação de esporos
Cross inoculation
Daylength
Spore germination
Pathogenicity
Sporulation
Temperature
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia - EA (RG)
Citação: TERAMOTO, Adriana; PARISI, Marise C. M.; CUNHA, Marcos G. Caracterização fisiológica de isolados de Corynespora cassiicola. Tropical Plant Pathology, Brasília, v. 38, n. 4, p. 313-322, jul./ago. 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S1982-56762013005000012
Identificador do documento: 10.1590/S1982-56762013005000012
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14925
Data de publicação: Ago-2013
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Adriana Teramoto - 2013.pdf15,5 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons