Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/14926
Tipo do documento: Artigo
Título: Reaction of hybrids, inhibition in vitro and target spot control in cucumber
Título(s) alternativo(s): Reação de híbridos, inibição in vitro e controle da mancha alvo em pepino
Autor: Teramoto, Adriana
Parisi, Marise Cagnin Martins
Ferreira, Luciene C.
Cunha, Marcos Gomes da
Resumo: O fungo Corynespora cassiicola, agente causal da mancha alvo em pepino, pode, sob condições de alta temperatura e alta umidade, causar sérios danos à cultura. No Brasil, não se tem conhecimento suficiente sobre um manejo adequado dessa doença. Este trabalho foi realizado visando avaliar: a) a reação de nove híbridos de pepino desafiados por C. cassiicola; b) a sensibilidade in vitro de seis iso- lados de C. cassiicola a fungicidas (captan, clorotalonil, mancozeb, azoxystrobin, difenoconazole, carbendazin, tebuconazole e tiofanato- -metílico), utilizados nas concentrações de 0, 1, 10, 100 e 1.000 μg mL -1 de ingrediente ativo e c) o tratamento químico preventivo e curativo com os mesmos fungicidas testados in vitro, em plantas de pepino, inoculadas com C. cassiicola. A severidade foi avaliada utilizando escalas de notas e diagramática de severidade da mancha alvo. Os híbridos mais resistentes ao patógeno foram Taisho, Nikkey, Yoshinari e Safira. O fungicida difenoconazole proporcionou as maiores inibições de crescimento micelial (ICM) do patógeno in vitro e a menor dose efetiva capaz de inibir o crescimento micelial em 50% (DE 50 ); já tiofanato-metílico foi o pior, sendo incapaz de inibir o crescimento micelial do fungo. Quanto à aplicação dos fungicidas de forma preventiva e curativa, em plantas de pepino, azoxystrobin foi o mais eficiente no controle da doença, porém para sua utilização há necessidade de seu registro junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Abstract: The fungus Corynespora cassiicola is the causal agent of target spot in cucumber. Under favorable climatic conditions it can cause serious damage in this horticultural crop. In Brazil, there exists not enough knowledge to determine efficient control measures to the disease. This investigation was carried out to evaluate: a) the reactions of nine cucumber hybrids to C. cassiicola; b) the sensibility of six isolates of C. cassiicola to fungicides in vitro (captan, chlorothalonil, mancozeb, azoxystrobin, difenoconazole, carbendazin, tebuconazole and thiophanate-methyl), used in concentrations of 0, 1, 10, 100 and 1,000 μg mL -1 of active ingredient and c) protective and curative chemical treatments with the same fungicides used in vitro in cucumber plants inoculated with C. cassiicola. The cucumber hybrids were evaluated using the scale of notes and diagrammatic of target spot severity. The more resistant hybrids to the pathogen were Taisho, Nikkey, Yoshinari and Safira. The difenoconazole fungicide caused the most mycelial growth inhibition (MGI) and showed the lowest ED 50 . Thiophanate-methyl was the worst fungicide, it did not inhibit the mycelial growth of the fungus. Azoxystrobin was the most efficient in controlling the disease, although it has to be registered in Ministry of Agriculture, Livestock and Food Supply in Brazil before its recommendation.
Palavras-chave: Cucumis sativus
Genetic resistance
Corynespora cassiicola
Sensitivity to fungicides
Cucumis sativus
Resistência genética
Corynespora cassiicola
Sensibilidade a fungicidas
País: Brasil
Unidade acadêmica: Escola de Agronomia - EA (RG)
Citação: TERAMOTO, Adriana; MARTINS, Marise C.; FERREIRA, Luciene C.; CUNHA, Marcos G. Reaction of hybrids, inhibition in vitro and target spot control in cucumber. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 29, n. 3, p. 342-348, July/Sept. 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0102-05362011000300014
Identificador do documento: 10.1590/S0102-05362011000300014
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/ri/14926
Data de publicação: Set-2011
Aparece nas coleções:EA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Adriana Teramoto - 2011.pdf311,68 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons