Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15130
Tipo do documento: TCC
Título: A lordose lombar aumenta ao correr sem calçado e com maior intensidade
Autor: Souza, Vinicius dos Santos
Primeiro orientador: Campos, Mário Hebling
Primeiro membro da banca: Campos, Mário Hebling
Resumo: INTRODUÇÃO: Sabe-se que para uma eficiência na técnica de corrida se exige uma boa postura vertebral. A corrida descalço apresenta diferenças biomecânicas quando comparada a corrida com calçado. OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi investigar se ocorre aumento da lordose lombar ao correr sem calçado em diferentes intensidade de esforço. MATERIAIS E MÉTODOS: Três filmadoras (modelo: Panasonic NV-GS320) registraram 17 homens (65,6 ± 7,80 Kg, 1,70 ± 0,05 m, 23,1 ± 3,08 anos) durante uma corrida na esteira rolante com calçado e sem calçado nas velocidades de 5, 7, 9, 12 e 15 km.h-1). O teste começou com velocidade inicial de 5km/h e a cada 1 minuto a velocidade era aumentada. Marcadores retrorrefletivos, planos e retangulares (0,8 x 1,2cm), posicionados no dorso, foram rastreados com o sistema Dynamic Posture. Para verificar se houve diferença entre a marcha realizada com e sem calçado, foi aplicado um teste t de Student pareado para cada variável. Foi realizada uma Análise de Variância com dois critérios de classificação – ANOVA Two Way para avaliar a tendência central dos dados de cada variável nas condições com e sem calçado, em todas as velocidades de corrida. Quando constatada diferença significativa com relação à condição de calce, para cada variável, foi calculada a média de todas as velocidades de corrida para a situação com calçado e a média sem calçado, para o cálculo da magnitude do efeito Cohen (d). Quando constatada diferença significativa para a intensidade de corrida, para cada velocidade, foi calculada a média das duas condições com calçado, calculada a magnitude do efeito a cada duas velocidades e identificado o maior efeito para as análises. RESULTADOS: Os resultados mostraram que não houve interação entre condição de calce e a velocidade de corrida, e a lordose lombar aumentou com pequena magnitude ao correr sem calçado e aumentou com grande magnitude ao correr com maior intensidade. Para as outras variáveis analisadas no estudo não foi encontrada diferença significativa. CONCLUSÃO: Os resultados do estudo sugerem que a lordose lombar tende a aumentar na corrida ao correr sem calçado e com aumento da velocidade.
Palavras-chave: Coluna vertebral
Lordose lombar
Corrida descalço
Corrida calçado
Aumento da intensidade
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal de Goiás
Sigla da instituição: UFG
Unidade acadêmica: Faculdade de Educação Física e Dança - FEFD (RG)
Nome do curso: Educação Física (RG)
Citação: SOUZA, Vinicius dos Santos. A lordose lombar aumenta ao correr sem calçado e com maior intensidade. 2017. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Faculdade de Educação Física e Dança, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15130
Data de publicação: Dez-2017
Aparece nas coleções:FEFD - Trabalhos de Conclusão de Curso

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCCG - Educação Física - Vinicius dos Santos Souza - 2017.pdf551,58 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons