Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15200
Tipo do documento: Artigo
Título: Vigilância de doenças endêmicas em áreas urbanas: a interface entre mapas de setores censitários e indicadores de morbidade
Título(s) alternativo(s): Surveillance of endemic diseases in urban areas: the interface between census tract maps and morbidity data
Autor: Ximenes, Ricardo Arraes de Alencar
Martelli, Celina Maria Turchi
Souza, Wayner Vieira de
Lapa, Tiago Maria
Albuquerque, Maria de Fátima Militão de
Andrade, Ana Lúcia Sampaio Sgambatti de
Morais Neto, Otaliba Libânio de
Silva, Simonne de Almeida e
Lima, Maria Luiza Carvalho de
Portugal, José Luiz
Resumo: Neste artigo, discute-se o eixo metodológico utilizado na construção de modelo de vigilância de endemias em áreas urbanas, orientado por uma análise de situações de risco e por indicadores epidemiológicos espaciais. São apresentadas as premissas básicas do modelo, os critérios de seleção de variáveis sócio-econômicas e as etapas metodológicas necessárias na construção do indicador sintético de risco. Comenta-se, também, como algumas questões operacionais relativas à construção de mapas digitais de setores censitários e vinculação de bancos de dados foram equacionadas. Essa abordagem, incorporando o componente da organização do espaço na vigilância de doenças endêmicas, tendo como exemplo a hanseníase e a tuberculose, privilegia o uso integrado de sistemas de informação já existentes, na perspectiva de estratificar áreas urbanas diferenciadas que permite discriminar riscos desiguais para ocorrência de endemias. Essa é uma ferramenta para o planejamento e o gerenciamento das ações voltadas para o controle das endemias nas cidades.
Abstract: In this article we discuss the methodological issues associated with the creation of a surveillance system for endemic diseases in urban areas based on analysis of populations at risk and on spatially referenced epidemiological indicators.We comment on the system’s basic requirements, selection criteria for socioeconomic variables, and methodological steps to combine these variables so as to construct a census-based deprivation index.We also present the ways we solved some operational problems related to generation of digitized census tracts maps and linkage of morbidity data from different sources. This approach, spatial organization into account in surveillance of endemic diseases, exemplified here by tuberculosis and leprosy, allows for the interaction of several official data sets from census and health services in order to geographically discriminate inner-city risk strata. Criteria for constructing these risk strata were considered a useful tool for health planning and management activities for the control of endemic diseases in cities.
Palavras-chave: Health status indicators
Epidemiologic surveillance
Leprosy
Tuberculosis
Spatial distribution
Indicadores de saúde
Vigilância epidemiológica
Hanseníase
Tuberculose
Distribuição espacial
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: XIMENES, Ricardo Arraes de Alencar et. al. Vigilância de doenças endêmicas em áreas urbanas: a interface entre mapas de setores censitários e indicadores de morbidade. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 53-61, 1999.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15200
Data de publicação: Mar-1999
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ricardo Arraes de Alencar Ximenes - 1999.pdf180,24 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons