Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15213
Tipo do documento: Artigo
Título: Considerações metodológicas na interpretação do rastreamento sorológico da hepatite B em doadores de sangue
Autor: Martelli, Celina Maria Turchi
Andrade, Ana Lúcia Sampaio Sgambatti de
Cardoso, Divina das Dores Paula
Silva, Simonne Almeida e
Zicker, Fábio
Resumo: Trata-se de parte de uma pesquisa sobre a soroprevalência e fatores de risco para as doenças infecciosas triadas pelos bancos de sangue, com o objetivo de discutir as implicações metodológicas na interpretação dos estudos seccionais realizados em bancos de sangue para estimativa da prevalência populacional para a infecção pelo Virus da Hepatite B (VHB). De outubro de 1988 a fevereiro de 1989, 1.033 primodoadores de sangue, de 5 dos 8 bancos de sangue da cidade de Goiânia — GO, Brasil, foram entrevistados. Uma amostra de sangue foi coletada para detecção dos marcadores sorológicos AgHBs e anti-HBs pela técnica de ELISA. Foram obtidas taxas de soroprevalência de 1,9% e 10,9% para AgHBs e anti-HBs, respectivamente. Não houve diferença estatisticamente significante na prevalência de AgHBs em diferentes grupos etários e sexo. Foi observado o aumento significante de anticorpos anti-HBs com a idade (X2 para tendência = 7,9 p = 0, 004). O valor preditivo positivo e a sensibilidade da história de icterícia ou hepatite na anamnese em detectar soropositivos mostraram-se baixos, 13,6% e 2,2%, respectivamente. Foram discutidas a validade interna e externa e as limitações na extrapolação destas estimativas levando-se em consideração as características de distribuição etária e sexo da população, a "voluntariedade", um possível "efeito doador saudável" e a representatividade dos grupos de risco para infecção pelo VHB entre os doadores de sangue.
Palavras-chave: Descritores hepatite B
Sorodiagnóstico
Estudos de prevalência
Doadores de sangue
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: MARTELLI, Celina Maria Turchi et. al. Considerações metodológicas na interpretação do rastreamento sorológico da hepatite B em doadores de sangue. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 11-16, 1991.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15213
Data de publicação: 1991
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Celina Maria Turchi Martelli - 1991.pdf618,52 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons