Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15287
Tipo do documento: Artigo
Título: Optimizing the parasitological diagnosis of congenital toxoplasmosis
Título(s) alternativo(s): Otimizando o diagnóstico parasitológico da toxoplasmose congênita
Autor: Silva, Marcos Gontijo da
Avelino, Mariza Martins
Amaral, Waldemar Naves do
Castro, Ana Maria de
Resumo: O diagnóstico precoce da toxoplasmose congênita é de fundamental importância, pois possibilita o tratamento e redução das sequelas que esse pode provocar ao concepto. O teste sorológico isolado não permite o diag- nóstico quando não identifica os anticorpos das classes IgA, IgM ou IgG de baixa avidez, que não atravessam a barreira placentária. Por isso, a identifica- ção da parasitemia é importante sendo feita pela demonstração do parasito no lavado peritoneal de camundongos inoculados com materiais biológicos suspeitos, mas esse método é pouco sensível e demorado. Assim esse estudo tem como objetivo otimizar o diagnostico da toxoplasmose por inoculação em camundongo, através da realização da sorologia do sangue periférico des- ses, e histopatologia encefálica para identificar a sua contaminação. Em 138 amostras de sangue de fetos e/ou recém nascidos provenientes de grávidas com toxoplasmose ativa inoculadas intraperitonealmente nos camundongos, apenas cinco mostraram-se positivas pela demonstração do parasito no lava- do peritoneal. A histopatologia demonstrou o agente em 45 casos e a presença de anticorpos antitoxoplasmas na corrente sanguínea , dos camundongos pela técnica de Imunofluorescência Indireta foi encontrada em 67 casos. A sorologia e a histopatologia nos camundongos, além de reduzir o tempo da liberação dos resultados de 120 para 60 dias possibilitaram um aumento dos casos positivos de 3,6% para 50,4% e 33,8% respectivamente.
Abstract: Early diagnosis of Congenital Toxoplasmosis is highly important, since it can make the treatment possible and reduces sequela for the infant. Serological diagnosis alone cannot be accurate when it does not identify the IgA, IgM or IgG antibodies of low avidity, which do not cross the placent barrier. Therefore, parasitemic identification is important to be carried out by demonstrating the parasite in the peritoneal exsudatum of mice inoculated with suspected biological material, however such method is little sensitive and too much time-consuming. This research study aims at optimizing mice inoculation through serological screening, and encephalic histopathology, in order to identify whether there was contamination. Out of 138 fetuses and/or newborn samples taken from pregnant women positive for active toxoplasmosis inoculated intraperitoneally in mice, only 5 showed positive through parasite demonstration in the peritoneal exsudatum. Histopathology showed the agent in 45 cases and in 67 the presence of anti-toxoplasmas antibodies in the mice bloodstream by using indirect immunofluorescence technique. Mice serology and encephalic histopathology in addition to reducing the amount of time necessary for the outcomes from 120 to 60 days increased the positivity of 3.6% to 50.4% and 33.8%, respectively.
Palavras-chave: Congenital toxoplasmosis
Experimental serology
Parasitological diagnosis
Mice inoculation
Toxoplasmose congênita
Sorologia experimental
Diagnóstico parasitológico
Inoculação em camundongos
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: SILVA, Marcos Gontijo da; Avelino, Mariza Martins; AMARAL, Waldemar Naves do; CASTRO, Ana Maria de. Optimizing the parasitological diagnosis of congenital toxoplasmosis. Universitas: ciências da saúde, Brasília, v. 11, n. 2, p. 75-81, July/Dec. 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5102/ucs.v11i2.2564
Identificador do documento: 10.5102/ucs.v11i2.2564
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15287
Data de publicação: Dez-2013
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Marcos Gontijo da Silva - 2013.pdf98,49 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons