Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/155
Tipo do documento: Artigo publicado em periódico científico
Título: Identificação de leveduras do gênero Candida nas unhas e em descamação de pele em Goiânia (GO), durante o ano de 2003
Título(s) alternativo(s): Identification of yeasts of genus Candida on nails and skin desquamation in Goiânia-GO, during the year 2003
Autor: Miranda, Karla Carvalho
Araújo, Crystiane Rodrigues de
Krais, Claudine Hassan Abbas
Lemos, Janine de Aquino
Costa, Carolina Rodrigues
Souza, Lúcia Kioko Hasimoto e
Fernandes, Orionalda de Fátima Lisboa
Silva, Maria do Rosário Rodrigues
Abstract: A candidíase pode ser descrita como a mais freqüente infecção fúngica oportunística. Ela produz lesões que variam de cutâneas a sistêmicas. Embora a Candida albicans seja o agente mais comumente isolado, espécies como C. tropicalis, C. parapsilosis, C. guilliermondii e C. krusei têm sido identificadas como agentes de candidíase. Neste trabalho, foram coletados materiais de lesões superficiais de diferentes regiões do corpo de 2.083 pacientes do Laboratório de Micologia IPTSP – UFG, durante o ano de 2003, para identificação de fungos do gênero Candida. As amostras coletadas foram submetidas a exame direto, usando-se KOH a 40%, e cultivadas em ágar Sabouraud dextrose acrescido de cloranfenicol. Os isolados foram identificados por produção de tubo germinativo e clamídoconídios e assimilação de hidratos de carbono. Foram isoladas 190 leveduras do gênero Candida (9,1%), entre as quais C. albicans (63,2%), C. parapsilosis (14,2%) e C. tropicalis (9,5%) foram as espécies mais freqüentes. As lesões por Candida foram predominantes nas unhas das mãos (42,1%) e dos pés (42,6%). Os resultados obtidos mostraram um aumento de C. parapsilosis e C. tropicalis como agentes de candidíase, comprovando a participação de outras espécies não-albicans como patógenos emergentes. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ Candidiasis is the most frequent opportunistic fungal infection producing from superficial to systemic injuries. Candida albicans is the etiologic agent most commonly found, but others species as C. tropicalis, C. parapsilosis, C. guilliermondii, C. krusei also have been related as agents of this infection. In this study were collected specimens from superficial lesions from 2.083 patients in the Mycology Laboratory-IPTSP-UFG, during the year of 2003, to identify the isolates of Candida sp. The specimens collected were submitted to direct exam to using 40% KOH and cultivated on Sabouraud glucose agar with chloramphenicol. All isolates were identified by production of germ tube and chlamydospore and also by assimilation of carbohydrates. We isolated 190 yeasts (9.1%) of the genus Candida. C. albicans was the common etiologic agent (63.2%), followed by C. parapsilosis (14.2%) and C. tropicalis (9.5%). The lesions were most frequently observed in finger nails (42.1%), and toe nails (42.6%). The results obtained showed C. parapsilosis and C. tropicalis as emergent pathogens of candidiasis.
Citação: MIRANDA, Karla Carvalho; ARAÚJO, Crystiane Rodrigues de; KRAIS, Claudine Hassan Abbas; LEMOS, Janine de Aquino; COSTA, Carolina Rodrigues; SOUZA, Lúcia Kioko Hasimoto e; FERNANDES, Orionalda de Fátima Lisboa; SILVA, Maria do Rosário Rodrigues. Identificação de leveduras do gênero Candida nas unhas e em descamação de pele em Goiânia (GO), durante o ano de 2003. Revista de Patologia Tropical, Goiânia,GO, v. 34, n. 2, 2005. Disponível em: <http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp/article/view/1917/1842>.
Tipo de acesso: Open Access
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/155
Data de publicação: 19-Set-2005
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
IDENTIFICACAO DE LEVEDURAS -DESCAMACAO.pdf292,48 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons