Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15507
Tipo do documento: Artigo
Título: Antifungal susceptibilities of clinical and environmental isolates of Cryptococcus neoformans in Goiânia city, Goias, Brazil
Título(s) alternativo(s): Suscetibilidade antifúngica de isolados clínicos e ambientais de Cryptococcus neoformans na cidade de Goiânia, Goiás, Brasil
Autor: Souza, Lúcia Kioko Hasimoto e
Fernandes, Orionalda de Fátima Lisboa
Kobayashi, Cláudia Castelo Branco Artiaga
Passos, Xisto Sena
Costa, Carolina Rodrigues
Mundim, Janine de Aquino Lemos
Souza Junior, Ary Henrique de
Silva, Maria do Rosário Rodrigues
Resumo: A atividade antifúngica de anfotericina B, fluconazol, itraconazol e voriconazol foi avaliada em 70 amostras de Cryptococcus neoformans isoladas de liquido céfalo raquidiano (LCR) de pacientes com AIDS e em 40 amostras de C. neoformans obtidas do meio ambiente. Dentre os isolados 66 foram identificados como C. neoformans var. neoformans e quatro isolados clínicos, como C. neoformans var. gattii. Para a realização dos testes de suscetibilidade foi utilizado o método de microdiluição em meio líquido segundo o NCCLS M27-A2. As concentrações inibitórias mínimas (CIMs) para os isolados clínicos variaram de 0,06-1,0 μg/mL para anfotericina B, 0,125-8 μg/mL para fluconazol, 0,03-0,5 μg/mL para itraconazol e 0,03-0,25 μg/mL para voriconazol, enquanto que para as amostras ambientais de C. neoformans as concentrações inibitórias variaram de 0,015-0,125 μg/ mL, 0,25-2,0 μg/mL, 0,007-0,125 μg/mL e 0,03-0,25 μg/mL para anfotericina B, fluconazol, itraconazol e voriconazol, respectivamente. Os resultados das concentrações inibitórias mínimas obtidas para os isolados clínicos e ambientais mostraram semelhança com relação ao perfil de suscetibilidade, não tendo sido encontrados isolados resistentes a nenhum dos antifúngicos, levando-se em consideração a metodologia e critério de interpretação estudados.
Abstract: We evaluated the antifungal activities of amphotericin B, fluconazole, itraconazole and voriconazole in 70 Cryptococcus neoformans strains obtained from cerebrospinal fluid from AIDS patients and 40 C. neoformans strains isolated from the environment. Four clinical isolates were identified as C. neoformans var. gattii. The susceptibility test was done using a broth microdilution method according to NCCLS M27-A2. Range minimal inhibitory concentrations (MICs) for C. neoformans clinical isolates were 0.06-1.0 μg/mL for amphotericin B, 0.125-8 μg/mL for fluconazole, 0.03-0.5 μg/mL for itraconazole and 0.03-0.25 μg/mL for voriconazole. C. neoformans environmental isolates showed range MICs 0.015-0.125 μg/mL, 0.25-2.0 μg/mL, 0.007-0.125 μg/mL and 0.03-0.25 μg/mL for amphotericin B, fluconazole, itraconazole and voriconazole respectively. The MICs results obtained from clinical and environmental isolates showed similar pattern of susceptibility and no resistance has been found in our isolates.
Palavras-chave: Cryptococcus neoformans
Environment
Antifungal agents
Cerebrospinal fluid
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: SOUZA, Lúcia Kioko Hasimoto; FERNANDES, Orionalda de Fátima Lisboa; KOBAYASHI, Claudia Castelo Branco Artiaga; PASSOS, Xisto Sena; COSTA, Carolina Rodrigues; LEMOS, Janine de Aquino; SOUZA-JUNIOR, Ary Henrique de; SILVA, Maria do Rosário Rodrigues. Antifungal susceptibilities of clinical and environmental isolates of Cryptococcus neoformans in Goiânia city, Goias, Brazil. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 47, n. 5, p. 253-256, Sept./Oct. 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.1590/S0036-46652005000500003
Identificador do documento: 10.1590/S0036-46652005000500003
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15507
Data de publicação: Out-2005
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Lúcia Kioko Hasimoto e Souza - 2005.pdf123,54 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons