Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15550
Tipo do documento: Artigo
Título: Utilização do antibiograma como ferramenta de tipagem fenotípica de Staphylococcus aureus isolados de manipuladores, leite cru e queijo minas frescal em laticínio de Goiás, Brasil
Título(s) alternativo(s): Antibiogram as instrument of phenotypic typing of Staphylococcus aureus isolated from personnel, raw milk and minas frescal cheese in a dairy plant of Goiás, Brazil
Autor: André, Maria Cláudia Dantas Porfirio Borges
Santos, Patrícia Pimentel
Campos, Maria Raquel Hidalgo
Borges, Liana Jayme
Serafini, Álvaro Bisol
Resumo: O trabalho teve por objetivo isolar, identificar e caracterizar fenotipicamente utilizando o antibiograma, Staphylococcus aureus isolados de manipuladores, leite cru e queijo Minas Frescal, em um laticínio de Goiás. Durante doze meses (Março/2004 a Fevereiro/ 2005) 140 amostras foram analisadas. As cepas foram isoladas de 75% dos manipuladores resultando em 31 (33,7%) isolados a partir de 92 amostras coletadas (46 de mãos e 46 de nasofaringe). Das 24 amostras de leite cru, 18 (75,0%) foram positivas, resultando em 26 isolados, com média de contagem de 1,1 x 10 5 UFC/ml. Das 24 amostras de queijo 17 (70,8%) foram positivas originando 20 isolados, com média de 3,8 x 10 4 UFC/g, sendo 13 (54,2%) com população acima do limite estabelecido pela legislação brasileira (10 3 UFC/g). A tipagem das cepas foi feita pelo antibiograma, através do método de difusão em placas. Todos os isolados foram susceptíveis à ciprofloxacina e gentamicina. Foi observada resistência em cinco (6,5%) isolados para eritromicina, 19 (24,7%) para tetraciclina, um (1,3%) para vancomicina, quatro (5,2%) para oxacilina e 53 (68,8%) para penicilina. Onze (14,3%) isolados foram susceptíveis a todos os antibióticos testados e 18 (23,4%) foram resistentes a mais de um antibiótico. O antibiograma permitiu a classificação das cepas em doze perfis diferentes (A-L), porém não foi uma técnica eficiente em determinar a origem da contaminação final do queijo.
Abstract: During a year (March/2004 to February/2005) 140 samples of raw milk, dairy staff, and Minas Frescal cheese were analyzed for the presence of S. aureus in a dairy plant in Goiás, Brazil. Strains were isolated from 75% of the personnel investigated resulting in 31 (33.7%) isolates from 92 collected samples (46 from hands and 46 from nasopharynx). The 24 raw milk samples resulted in 18 (75.0%) positive samples and 26 isolates, with mean number: 1.1 x 10 5 CFU/ml. Among 24 cheese samples 17 (70.8%) were positive resulting in 20 isolates, with mean number: 3.8 x 104 CFU/g. Thirteen samples (54.2%) were above the limit established by the brazilian legislation (10 3 CFU/g). The differentiation of strains was performed by antimicrobial susceptibility test. All isolates were susceptible to ciprofloxacin and gentamicin. Resistance was observed in five (6.5%) isolates for erythromycin, 19 (24.7%) for tetracycline, one (1.3%) for vancomycin, four (5.2%) for oxacillin and 53 (68.8%) isolates for penicillin. Eleven isolates (14.3%) were susceptible to all antibiotics tested and 18 (23.4%) were resistant to more than one antibiotic. The antibiotic susceptibility allowed the discrimination of isolates in 12 different profiles (A-L), but the phenotypic typing failed to determine the source of bacteria for the cheese.
Palavras-chave: Queijo
Staphylococcus aureus
Manipuladores
Susceptibilidade antimicrobiana
Cheese
Staphylococcus aureus
Personnel
Antibiotic susceptibility
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - IPTSP (RG)
Citação: ANDRÉ, Maria Cláudia Dantas Porfírio Borges; SANTOS, Patrícia Pimentel; CAMPOS, Maria Raquel Hidalgo; BORGES, Liana Jayme; SERAFINI, Álvaro Bisol. Utilização do antibiograma como ferramenta de tipagem fenotípica de Staphylococcus aureus isolados de manipuladores, leite cru e queijo minas frescal em laticínio de Goiás, Brasil. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, São Paulo, v. 43, supl., p. 102-108, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2006.26542
Identificador do documento: 10.11606/issn.1678-4456.bjvras.2006.26542
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15550
Data de publicação: 2006
Aparece nas coleções:IPTSP - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Maria Cláudia Dantas Porfirio Borges André - 2006.pdf344,88 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons