Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15743
Tipo do documento: Artigo
Título: Relação de ajuda através da expressão gráfica de pessoas hospitalizadas: sincronia da comunicação terapêutica verbal e não-verbal
Título(s) alternativo(s): Therapeutic interpersonal relationship through graphic expression with patients taken into a general hospital: synchrony in oral and non-oral communication
Relación de ayuda a través de la expresión gráfica de personas hospitalizadas: sincronia de la comunicación terapéutica verbal y no verbal
Autor: Valladares, Ana Cláudia Afonso
Furegato, Antônia Regina Ferreira
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Scatena, Maria Cecília Morais
Silva, Ana Elisa Bauer de Camargo
Resumo: A relação de ajuda é o contato de uma pessoa com a outra, agindo de maneira sistematizada, através do qual o enfermeiro tem oportunidade de ajudar o outro a expressar suas dificuldades, a explorar todos os aspectos envolvidos na situação, a examinar as possibilidade de solução e apoiá-la em suas decisões. Trata-se de uma experiência de relacionamento dentro dos moldes da relação terapêutica ou de ajuda na abordagem qualitativa. Elegeu-se enquanto espaço de pesquisa para desenvolver este estudo, um Hospital Público e Geral de Goiânia/GO e a população alvo constituiu-se de uma criança, um adolescente e um adulto hospitalizados. O relacionamento terapêutico, após ser registrado e analisado ressaltou a sincronia entre o verbal e o não-verbal (expressão gráfica). O desenho foi uma forma de interação, um vínculo com o grupo e possibilitou uma compreensão mais profunda do que eles estavam querendo expressar pela verbalização. Paralelamente, a palavra fez emergir a figuração e explicou seus sentidos.
Abstract: Therapeutic interpersonal relationship is the contact between two people (nurse and client) acting in a systematic and planned way, through which the nurse has the chance to help the other person (the client) to talk about his feelings and thoughts, related to the situation of being sick, in arder to make things clear and find ways to solve difficulties. ln the present work we will present two cases in which such relationship was involved. lt was carried out in a general hospital, with a child and an adult in treatment. As a mediator of the personal meetings we used drawing. The meetings were recorded and analyzed searching for synchrony between verbal and non-verbal communication. Drawing was an important resource that allowed us to explore the clients'feelings about their condition.
La relación de ayuda y el contacto deu na persona con otra, achían de manera sistematizada, através de lo cual, el enfermeiro tiene oportunidad de ayudar al otro a expresar sus dificultades, a desarrollar todos los aspectos relacionados a la situcción, a examinar las posibilidades de solución y apoyarlo en sus decisiones. Se trata de una experiencia de relacionamiento dentro de los modelos de la relación terapéutica o de ayuda de abordaje cualitativo. Se eligió como espacio de investigación para desarrollar este estudio, el Hospital Público y General de Goiânia/GO y la población en estudio estd constítuida de un niño, un adolescente y un adulto hospitalizados. La relación terapéutica, después de ser registrada y analizada destacó la sincronía entre lo verbal y lo no verbal (expresión gráfica). El diseño fue una forma de interacción, un vínculo con el grupo que posibilitó una comprensión más profunda de lo que ellos estaban queriendo expresar en la verbalización. Simultâneamente la palabra bizo surgir lafiguración ayudó a explicar los sentidos de la misma.
Palavras-chave: Relações interpessoais
Saúde mental
Enfermagem psiquiátrica
lnterpersonal relations
Mental health
Psychiatric nursing
Relaciones interpersonales
Salud mental
Enfermería psiquiatríca
País: Brasil
Unidade acadêmica: Faculdade de Enfermagem - FEN (RG)
Citação: VALLADARES, Ana Cláudia Afonso; FUREGATO, Antônia Regina Ferreira; CARVALHO, Ana Maria Pimenta; SCATENA, Maria Cecília Morais; SILVA, Ana Elisa Bauer Camargo. Relação de ajuda através da expressão gráfica de pessoas hospitalizadas: sincronia da comunicação terapêutica verbal e não-verbal. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, Fortaleza, v. 5, n. 1, p. 82-88, jan./jun. 2004.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.15253/rev%20rene.v5i1.5586
Identificador do documento: 10.15253/rev%20rene.v5i1.5586
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15743
Data de publicação: Jun-2004
Aparece nas coleções:FEN - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Ana Cláudia Afonso Valladares - 2004.pdf1,57 MBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons