Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15775
Tipo do documento: Artigo
Título: Cytotoxicity and genotoxicity of intravitreal adalimumab administration in rabbit retinal cells
Título(s) alternativo(s): Citotoxicidade e genotoxicidade da administração de adalimumabe intravítreo nas células da retina de coelhos
Autor: Paula, Alcio Coutinho de
Ávila, Marcos Pereira de
Isaac, David Leonardo Cruvinel
Silva, Rodrigo Salustiano Corrêa e
Lima, Aliny Pereira de
Andrade, Francyelli Mariana dos Santos Mello
Pereira, Flávia de Castro
Silva, Pedro Henrique de Paula
Lacerda, Elisângela de Paula Silveira
Resumo: Objetivo: Acessar a citotoxicidade e genotoxicidade do tratamento intravítreo de adalimumabe em um modelo experimental animal utilizando técnicas citológicas e moleculares. Métodos: Dezoito coelhos foram aleatoriamente selecionados em três grupos: con­t role, tratamento intravítreo com adalimumabe e placebo. Os efeitos tóxicos nas células da retina foram avaliados através de ensaios de citometria de fluxo, para a de­­ terminação de atividade apoptótica e necrótica. A genotoxidade foi avaliada através de ensaios cometa para determinar danos ao DNA e através de PCR em tempo real para avaliar a expressão genética de caspases (8 e 3) promotoras de apoptose celular. Resultados: Não foram detectadas citotoxicidade e genotoxidade nos dois grupos de tratamento, adalimumabe e placebo, em comparação com o controle. A citometria de fluxo determinou que mais de 90% das células eram viáveis após o tratamento, e uma pequena quantidade de células da retina apresentaram apoptose (~10%) ou necrose (<1%) em todos os grupos. O dano molecular também foi baixo com uma degradação no DNA de no máximo 6,4% detectados nos ensaios cometa. Adicionalmente, não foram observados aumentos na expressão genética das caspases que induzem a apoptose através dos ensaios de PCR em tempo real. Conclusão: O tratamento intravítreo com adalimumabe não promoveu nenhuma citotoxicidade e genotoxicidade detectável em células da retina por até sessenta dias. Estes resultados, portanto, indicam que o adalimumabe pode ser uma opção segura para o tratamento de doenças oculares inflamatórias em que o TNF-α está envolvido.
Abstract: Purpose: To assess the cytotoxicity and genotoxicity of intravitreal adalimumab treatment in an animal experimental model using cytological and molecular te­­­chniques. Methods: Eighteen rabbits were randomly assigned to three groups: control, adalimumab treatment, and placebo. Cytotoxicity on retinal cells was evaluated using flow cytometry assays to determine the level of apoptosis and necrosis. Ge- notoxicity was evaluated by comet assays to assess DNA damage, and quantitative real-time polymerase chain reaction (qPCR) was used to evaluate expression of apoptosis-inducing caspases (8 and 3). Results: No cytotoxicity or genotoxicity was observed in any of the two treatment groups (adalimumab and placebo) following intravitreal administration compared with the control group. Flow cytometry analysis revealed that more than 90% of the cells were viable, and only a low proportion of retinal cells presented apoptotic (~10%) or necrotic (<1%) activity across all groups. Molecular damage was also low with a maximum of 6.4% DNA degradation observed in the comet assays. In addi- tion, no increase in gene expression of apoptosis-inducing caspases was observed on retinal cells by qPCR in both the adalimumab and placebo groups compared with the control group. Conclusion: The use of adalimumab resulted in no detectable cytotoxicity or ge­notoxicity on retinal cells for up to 60 days upon administration. These results therefore indicate that adalimumab may be a safe option for intravitreal application to treat ocular inflammatory diseases in which TNF-α is involved.
Palavras-chave: Intravitreal injections
Ani­mals
Rabbits
Retina
Antibodies, monoclonal, humanized/ to­xicity
Tumor necrosis factor alpha
Apoptosis
Retina
Injecções intravítreas
Coelhos
Anticorpos monoclonais humanizados/ toxicidade
Animais
Fator de necrose tumoral alfa
Apoptose
País: Brasil
Unidade acadêmica: Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Citação: PAULA, Álcio Coutinho de; ÁVILA, Marcos Pereira de; ISAAC, David Leonardo Cruvinal; SALUSTIANO, Rodrigo; LIMA, Aliny Pereira de; MELLO, Francyelli Mariana; PEREIRA, Flávia de Castro; SILVA, Pedro Henrique de Paula; LACERDA, Elisângela de Paula Silveira. Cytotoxicity and genotoxicity of intravitreal adalimumab administration in rabbit retinal cells. Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, São Paulo, v. 78, n. 2, p. 89-93, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Identificador do documento: 10.5935/0004-2749.20150024
Identificador do documento: 10.5935/0004-2749.20150024
URI: http://repositorio.bc.ufg.br/handle/ri/15775
Data de publicação: 2015
Aparece nas coleções:ICB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo - Álcio Coutinho de Paula - 2015.pdf481,66 kBAdobe PDFThumbnail
Baixar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons